5 eventos ao vivo

Investimentos pesados afetam resultado trimestral da Amazon

Empresa aplica grandes recursos em novos negócios e produtos de hardware

24 jul 2014
20h32
atualizado em 25/7/2014 às 08h37
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>A companhia também projetou um prejuízo operacional de cerca de US$ 810 milhões a US$ 410 milhões de dólares para o terceiro trimestre</p>
A companhia também projetou um prejuízo operacional de cerca de US$ 810 milhões a US$ 410 milhões de dólares para o terceiro trimestre
Foto: Jason Redmond / Reuters

A Amazon divulgou um prejuízo maior do que o esperado no segundo trimestre enquanto continua seu ritmo acelerado de investimentos em novos negócios como conteúdo digital e eletrônicos. O preço da ação da empresa teve queda de 10% desde o começo do ano, com investidores desconfiados da aposta em seu crescimento de longo prazo em troca de pouco ou nenhum lucro.

Nesta última quinta-feira, as ações caíram outros 10% na negociação no after market, depois que a maior varejista dos EUA divulgou um prejuízo de US$ 0,27 por ação, quase o dobro da média das estimativas de Wall Street, de US$ 0,15.

A companhia de Jeff Bezos também projetou um prejuízo operacional de cerca de US$ 810 milhões (R$ 1,7 bilhões) a US$ 410 milhões (R$ 910 milhões) para o terceiro trimestre que termina em setembro, um forte aumento diante de resultado negativo de US$ 25 milhões um ano antes.

Amazon está investindo pesado em novos negócios e produtos de hardware, enquanto se prepara para alcançar concorrentes de tecnologia da Apple  e Google à Netflix .

Segundo Tom Szkutak, diretor financeiro da Amazon , mais de US$ 100 milhões foram gastos pela empresa em conteúdo original de vídeo no terceiro trimestre, um aumento substancial comparado ao ano passado e ao segundo trimestre.

Prejuízos e receita
A Amazon divulgou um prejuízo de US$ 126 milhões ou US$ 0,27 por ação no segundo trimestre, ante um prejuízo de US$ 7 milhões ou US$ 0,02 dólar, um ano antes. As despesas operacionais aumentaram 24%, a US$ 19,36 bilhões.

A receita subiu 23%, para US$ 19,34 bilhões, em linha com a previsão média dada por Wall Street de US$ 19,3 bilhões, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade