0

Facebook impede uso de "Guarani-Kaiowá" como sobrenome

11 jan 2013
17h03
atualizado às 17h06
  • separator
  • 0
  • comentários

A prática de mudar o nome de usuário no Facebook em demonstração de apoio à causa indígena da etnia Guarani Kaiowá está sendo impedida pela rede social. Quem tenta alterar seus dados como forma de suporte às tribos indígenas - movimento que se popularizou recentemente - se depara com uma mensagem informando sobre as regras do site, que exige das pessoas seus nomes reais.

A rede social passou a bloquear tentativa de incluir a etnia entre os nomes do usuário
A rede social passou a bloquear tentativa de incluir a etnia entre os nomes do usuário
Foto: Reprodução

Infográfico: Confira curiosidades sobre o Facebook e seu bilhão de usuários

"Exigimos que todos usem seus nomes reais no Facebook", informa a página, que em seguida mostra um link em que detalha suas regras.

Sem mencionar a polêmica, a página do Facebook Brasil explicou que "é fundamentado na cultura da identidade real, e usar nomes falsos significa violar nossos termos. É graças a essa regra que podemos garantir um ambiente mais seguro."

Apesar da impossibilidade de adicionar termos como Guarani-Kaiowá nos campos destinados ao nome e sobrenome, é permitido aos usuários adicionar um nome alternativo - ou apelido - à sua linha do tempo. Dessa forma, é possível incluir a etnia indígena entre os nomes pessoais.

Veja também:

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade