0

Ex-espiã russa Anna Chapman pede Snowden em casamento pelo Twitter

4 jul 2013
16h16

"Snowden, casa comigo?", postou em sua conta do Twitter nesta quinta-feira a ex-espiã russa Anna Chapman, que ficou famosa depois de ser deportada dos Estados Unidos em 2010, o que fez com que fosse condecorada pelo presidente russo, Vladimir Putin.

Anna, que hoje é apresentadora de televisão e estrela das revistas sensacionalistas, pediu em casamento o ex-analista da CIA, Edward Snowden, que está no aeroporto de Moscou desde o dia 23 de junho.

"NSA (Agência Nacional de Inteligência), você cuidará de nossos filhos?", pergunta em outra mensagem publicada na rede social pela ruiva.

Para poder se casar com Anna, Snowden teria que pedir asilo político à Rússia, já que quase a todos os países aos quais enviou solicitações as rejeitaram.

Porém, para permanecer na Rússia, o jovem terá que aceitar a condição dada pelo presidente russo, Vladimir Putin, de suspender as atividades de espionagem e qualquer outra dirigida contra os interesses dos Estados Unidos, país que qualificou de "sócio".

A espiã retornou à Rússia em julho de 2010, junto com outros dez agentes, depois da maior troca de espiões com os Estados Unidos desde o fim da Guerra Fria. Nesta operação, Moscou entregou em troca a Washington quatro membros dos serviços secretos norte-americanos que estavam presos.

Depois do escândalo, o Foreign Office britânico decidiu revogar a cidadania britânica de Anna, cujos métodos pouco sofisticados de espionagem foram criticados por ex-agentes dos serviços secretos russos e seus antecessores soviéticos.

EFE   

compartilhe

publicidade