0

EUA: Microsoft apoia Pipa, projeto que prevê censura na web

26 dez 2011
15h37
atualizado às 15h46

Mesmo depois de ter retirado o apoio ao Stop Online Piracy Act (Sopa), projeto de lei da Câmara dos Deputados dos EUA que pretende acabar com a pirataria online mas vem recebendo críticas quanto ao poder de censura que dá ao governo, a Microsoft segue apoiando um projeto irmão do Sopa, o Protect Ip Act (Pipa), que corre no Senado. Segundo o site americano The Next Web, a gigante do software segue publicamente a favor do Pipa.

Entenda projeto de lei que ameaça liberdade na web nos EUA

Em mensagens de apoio ao projeto, segundo o site americano, a Microsoft afirma que " A lei Protect IP tem como objetivo fornecer novas ferramentas para desafiar a proliferação de "sites desonestos" - sites que são dedicados para conteúdos violadores ou produtos falsificados".

O Pipa é a versão do Senado americano para o Sopa, que está em estágio avançado na Câmara dos EUA e prevê o bloqueio de qualquer site que exibir conteúdo que infrinja as leis de direitos autorais. Na lista dos apoiadores da causa estão políticos norte-americanos e lobistas interessados nos direitos autorais que uma obra artística rende. Além disso, a lei encontra forte apoio de grandes e poderosos produtores de conteúdo nos Estados Unidos, como os estúdios de TV e, principalmente, Hollywood. No lado contrário estão as companhias e os sites que se beneficiam dos conteúdos para fazer sucesso na web. Entre eles estão o Google, o YouTube, o Facebook, o Yahoo!, o AOL e o eBay, por exemplo.

Fonte: Terra
publicidade