0

Diretora do Facebook dá palestras a deputados antes do Marco Civil da Internet

Reuniões ocorrem a uma semana da votação de regras para internet

23 out 2013
07h52
atualizado às 07h55
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Às vésperas da votação do Marco Civil da Internet, que a partir de segunda passa a ter prioridade de votação na pauta da Câmara, representantes do Facebook, segundo reportagem do jornal Folha de São Paulo, estão ministrando palestras para deputados e distribuindo instruções de como utilizar a rede social.

As dicas para os congressistas se soltarem na internet são repassadas pela diretora de Políticas Públicas da empresa, Katie Harbath, que repete estratégia adotada pela empresa com congressistas norte-americanos.

As informações são do jornal Folha de São Paulo.


Saiba mais
O projeto do Marco Civil da Internet obriga que os registros de conexão dos usuários devem ser guardados pelos provedores de acesso pelo período de um ano, sob total sigilo e em ambiente seguro. Essas informações dizem respeito apenas ao IP, data e horas inicial e final da conexão. Além disso, o texto faculta aos provedores a guarda de registros de Acesso a Aplicações de Internet - que ligam o IP ao uso de aplicações da internet.

O Marco Civil estabelece que a guarda de registros seja feita de forma anônima. Ou seja, os provedores poderão guardar o IP, nunca informações sobre o usuário. A disponibilização desses dados, segundo o texto, só poderá ser feita mediante ordem judicial.

O projeto também fixa princípios de privacidade sobre os dados que o usuário fornece aos provedores. Na internet, os dados hoje são coletados, tratados e vendidos quase que instantaneamente. O marco civil coloca como direito dos usuários que suas informações não pode ser usadas para um fim diferente daquele para que foram fornecidas, conforme estabelece a política de privacidade do serviço.

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade