PUBLICIDADE

Inteligência artificial DALL-E 2 cria capa da nova edição da 'Cosmopolitan'

Revista americana diz ser a primeira a ter utilizado um sistema automatizado para estampar a principal página da publicação

29 jun 2022 - 18h24
Ver comentários
Publicidade

Já famoso na internet, o DALL-E, modelo de inteligência artificial (IA) que gera imagens a partir de descrições em texto, é o autor da nova capa da Cosmopolitan, revista americana focada em moda e entretenimento para mulheres.

A imagem foi criada a partir de um comando da artista visual Karen X. Cheng que pedia uma "foto grande angular de baixo de uma astronauta com um corpo feminino atlético andando com arrogância em direção à câmera em Marte em um universo infinito, arte digital de ondas sintéticas".

Embora outras publicações já tenham utilizado imagens geradas por IA (como a revista britânica The Economist, que estampou uma imagem criada por um bot de IA na capa do seu relatório sobre o estado da tecnologia) é a primeira vez que uma imagem criada por um robô estampa uma capa inteira.

O fato de a pioneira ter sido uma revista feminina tem simbolismo. "No momento, as mulheres estão subrepresentadas no campo da IA. A Cosmopolitan é uma oportunidade de apresentar a IA a mulheres que nunca saberiam disso de outra forma. Esse é um campo que será responsável por grande parte da infraestrutura sobre a qual o futuro é construído, por isso precisamos garantir que as mulheres façam parte dele", escreveu Cheng em seu perfil no Instagram.

O que é o DALL-E?

A ferramenta DALL-E pertence à OpenAI, companhia especializada em IA que tem Elon Musk entre os seus fundadores e investidores. Para gerar figuras totalmente do zero, pixel por pixel, a tecnologia utiliza uma base de dados com milhões de imagens produzidas em diferentes momentos da história.

A tecnologia permite combinar conceitos não relacionados e criar imagens inusitadas, como "dinossauros vestidos para uma partida de futebol" ou "São Paulo como se fosse uma pintura de Salvador Dalí".

Assim como o LaMDA, IA do Google que chamou atenção depois de um engenheiro da empresa afirmar que a ferramenta ganhou vida, o DALL-E é projetado para imitar o funcionamento do cérebro humano — ao menos, em tarefas específicas. A partir da análise de imagens e suas respectivas legendas, a ferramenta aprende o que são os objetos e como eles se relacionam entre si.

Por isso, as imagens criadas pelo DALL-E podem ser bastante complexas. A Cosmopolitan relata que, ao digitar o comando "Darth Vader na capa de uma revista Cosmopolitan", a ferramenta vai além de recortar e colar uma foto do personagem: ela também o veste com um vestido e um batom rosa choque.

Como usar o DALL-E?

Para usar a plataforma oficial da OpenAI, é preciso fazer um cadastro e entrar em uma fila de espera. Mas já é possível utilizar ferramentas disponíveis na internet, como o DALL-E Mini, criadas por pessoas que tiveram acesso ao sistema. O modelo de código aberto é semelhante ao DALL-E original e permite obter resultados parecidos.

Estadão
Publicidade
Publicidade