2 eventos ao vivo

Instagram anuncia venda de produtos direto pelo aplicativo

A rede social já fez parcerias com 20 marcas para oferecer o serviço; o recurso está disponível para usuários dos Estados Unidos somente em uma versão de testes

19 mar 2019
12h52
  • separator
  • comentários

O Instagram está cada vez mais perto de se tornar uma loja virtual. A rede social anunciou nesta terça-feira, 19, uma nova função, chamada de Checkout, que permite que o usuários paguem por produtos diretamente pelo aplicativo, selecionando-os a partir de fotos da plataforma. O recurso está disponível para usuários dos Estados Unidos somente em uma versão de testes.

A compra direto pelo app do Instagram funcionará como uma loja virtual normal, com opções de tamanho e cores
A compra direto pelo app do Instagram funcionará como uma loja virtual normal, com opções de tamanho e cores
Foto: Instagram / Estadão

A rede social já fez parcerias com 20 marcas para oferecer o serviço, incluindo Nike, Adidas, Dior, MAC, Michael Kors, Prada e Zara. Para fazer essa ponte entre as lojas e o cliente, o Instagram cobrará das empresas uma taxa de venda.

Para comprar os produtos das lojas parceiras direto pelo Instagram, é preciso clicar no item da foto - especificamente naquela caixinha em que aparece o preço. Depois disso, o usuário deve inserir seu e-mail para poder colocar suas informações de endereço de entrega e pagamento. O processo funciona como uma loja virtual normal, com opções de tamanho e cores.

Até então, apesar do preço de alguns produtos serem identificados em fotos do Instagram, o usuário que quisesse comprar uma peça era direcionado para o site da loja fornecedora - muitas vezes as marcas perdiam o cliente no meio desse caminho. O Instagram acredita que a opção de compra dentro do próprio aplicativo incentivará as pessoas a consumirem mais.

O Facebook, dono do Instagram e também do WhatsApp, afirma que por enquanto as informações de pagamento inseridas no Instagram ficarão apenas no Instagram. Entretanto, essa separação não é garantida: no começo deste mês, o presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, confirmou sua intenção de unificar todos os apps da empresa usados para comunicação, o que inclui WhatsApp, Messenger e Instagram.

"A função Checkout é só uma parte do nosso investimento a longo prazo em compras", disse o Instagram em postagem em seu blog.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade