TODOS OS VÍDEOS

China não quer peças de tecnologia e softwares dos EUA

A guerra comercial entre China e Estados Unidos já afetou o setor de tecnologia algumas vezes neste ano de 2019. Em um dos mais emblemáticos episódios do atrito entre as duas potências econômicas, o presidente americano Donald Trump proibiu que empresas norte-americanas fizessem negócios ou comercializassem produtos da fabricante de smartphones Huawei. Na última semana, o governo chinês abriu mais um capítulo dentro desse embate, orientando que a indústria começasse a diminuir gradativamente o uso de tecnologia estrangeira na cadeia produtiva, desde hardwares, como peças de computador, até softwares, até o ano de 2022. Com isso, empresas americanas, como a Dell, Hp e Microsoft devem ser impactadas diretamente. Quer saber? Então não perca o novo episódio do Terra Bytes, o seu programa semanal de tecnologia e inovação!

Terra Bytes
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade