0

Startup paga motoristas de app para expor anúncios em carros

A Mobees já conta com 100 parceiros que veiculam propagandas em seus automóveis por compensação de R$ 1 mil por mês

24 set 2020
09h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Estampas adesivas e as caixas de som foram, por muito tempo, as principais formas de um veículo anunciar produtos e serviços de empresas. Nas ruas do Rio de Janeiro (RJ), porém, já é possível ver um novo jeito de realizar esse processo de publicidade: com duas placas de LED instaladas no topo dos automóveis, que modificam e atualizam os anúncios no decorrer do dia.

Quem está por trás dessa ideia é a startup de marketing Mobees que, desde julho deste ano, já instalou pelo menos 200 placas de LED em 100 carros na capital carioca. O detalhe, porém, está em quem está levando os anúncios para todos os cantos do Rio de Janeiro. Toda a centena de motoristas parceiros da companhia necessariamente estão cadastrados em aplicativos de mobilidade urbana, como o Uber, 99 ou Cabify.

A startup de marketing Mobees, desde julho deste ano, já instalou pelo menos 200 placas de LED em 100 carros na capital carioca
A startup de marketing Mobees, desde julho deste ano, já instalou pelo menos 200 placas de LED em 100 carros na capital carioca
Foto: Mobees / Divulgação

A vantagem para os motoristas de aplicativo, conta o CEO da Mobees, Fabio Barcellos, está na perspectiva desses profissionais incrementarem sua renda. Para cada parceiro que instala a placa de LED em seu veículo e anda pela cidade exibindo as propagandas das marcas, a startup se compromete em pagar R$ 1 mil por mês.

"Observamos essa tendência de aumento de trabalho dentro dos aplicativos de mobilidade urbana", afirma Barcellos. "Percebemos também o achatamento da renda desses profissionais e também uma deterioração das condições de trabalho e, por isso, queríamos encontrar uma maneira de melhorar a renda desse público", complementa.

A ideia de instalar placas de LED com anúncios no topo de carros surgiu durante uma viagem do CEO para Las Vegas, nos Estados Unidos. Por lá, a veiculação de propaganda em automóveis é bem comum, mas ainda é uma prática analógica, que exige impressões e adesivos. Na tentativa de digitalizar esse processo, Barcellos, junto a mais dois sócios - Flávia Coelho e José Lyra Junior -, cirou a Mobees.

Os três fundadores da Mobees, da esquerda para a direita: José Lyra Junior, Flávia Coelho e Fabio Barcellos
Os três fundadores da Mobees, da esquerda para a direita: José Lyra Junior, Flávia Coelho e Fabio Barcellos
Foto: Mobees / Divulgação

Propaganda digital para o tradicional Out of Home

Enquanto, de um lado, os motoristas andam pela cidade buscando e levando passageiros, ao mesmo tempo que exibem o display de mídia no topo de seus carros para receber uma compensação, a Mobees, no outro, trabalha na construção de relações com as marcas e agências de publicidade.

Para os anunciantes, a startup tem oferece um trabalho de exposição e divulgação de produtos e serviços no chamado "Out of Home" (OOH), também conhecido como "mídia exterior". Nesse tipo de publicidade, empresas veiculam propagandas em locais movimentados, longe das residências, como, por exemplo, em outdoors, relógios de rua, metrô e ônibus.

Enquanto, de um lado, os motoristas exibem o display de mídia no topo de seus carros, a Mobees, no outro, trabalha na construção de relações com as marcas e agências
Enquanto, de um lado, os motoristas exibem o display de mídia no topo de seus carros, a Mobees, no outro, trabalha na construção de relações com as marcas e agências
Foto: Mobees / Divulgação

"O mercado de mídia exterior está sofrendo várias disrupções", afirma Barcellos. "Ele está saindo de um modelo tradicional, estático e caro, até porque você precisa imprimir cartazes para colocar em pontos diferentes da cidade." Com a digitalização do processo, diz o CEO, há uma diminuição substancial nos custos para a veiculação de uma propaganda na rua ou no transporte público.

No caso da Mobees, a proposta é que marcas e agências se cadastrem na plataforma da startup, onde poderão subir suas artes digitais, escolher a área de distribuição do anúncio e quanto tempo de duração a campanha terá. "Queremos que seja tão simples anunciar conosco, quanto é fazer no Instagram ou no Facebook", diz Barcellos. A promessa é de que, em 24 horas, a propaganda já estará nas ruas por meio dos motoristas de aplicativos parceiros.

Veja também:

Apple Event: 3 detalhes que merecem destaque
Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade