PUBLICIDADE

Startup BlaBlaCar recebe aporte de US$ 115 mi e mira expansão fora da Europa

Empresa francesa de caronas atingiu 8 milhões de usuários no Brasil em novembro do ano passado; o cheque será usado para planos de expansão

21 abr 2021
0comentários
Publicidade

A startup francesa de caronas intermunicipais BlaBlaCar anunciou nesta terça-feira, 20, que recebeu um investimento de US$ 115 milhões, liderado pela VNV Global. Com o cheque, a empresa mira expansão para mercados fora da Europa, como o Brasil, e também planeja se consolidar como um "superapp de viagens".

A BlaBlaCar é dona de um aplicativo conhecido por fazer a ponte entre usuários em caronas intermunicipais, mas tem ampliado seu serviço também para viagens de ônibus — a parceria com operadoras de ônibus para venda de bilhetes é uma grande aposta da startup para avançar nos próximos anos pelo mundo.

O novo investimento, segundo a empresa, vem para dar gás a essas operações, que têm retomado força ao redor do mundo com o impulso global da vacinação, depois de um impacto no início da pandemia. Com operação em 22 mercados, a BlaBlaCar diz ter alcançado um crescimento de dois dígitos nas viagens de caronas e ônibus em comparação com níveis anteriores à pandemia em regiões fora da Europa. A empresa afirma que, com o avanço da vacinação ao redor do mundo, tem observado as viagens recuperando força principalmente em trajetos mais curtos.

"A crise da covid-19 foi um verdadeiro teste de resiliência para vários modelos no setor de viagens. O modelo de comunidade BlaBlaCar, com custo fixo zero e uma rede flexível, acabou saindo na frente. Este investimento adicional fortalece nossa posição e nos dá mais poder para implementar uma estratégia de crescimento competitiva", disse Nicolas Brusson, cofundador e presidente executivo da BlaBlaCar, em comunicado.

No Brasil, a startup mantém operação há cinco anos e atingiu 8 milhões de usuários em 2020 — a BlaBlaCar já está oferecendo desde outubro passagens de ônibus no País, em parceria com companhias como Itapemirim e grupo Santa Cruz. Por aqui, porém, a empresa enfrenta um cenário grave da pandemia: nesta terça-feira, 20, foram registradas 3.481 novas mortes por covid-19.

Estadão
Publicidade
Publicidade