0

Resultados Digitais levanta R$ 200 milhões em novo aporte

Liderado pelo fundo Riverwood, ex-99, investimento ajudará empresa em expansão para mercados emergentes como Índia e Indonésia; catarinense também contratará 250 pessoas

15 ago 2019
09h35
  • separator
  • 0
  • comentários

A startup catarinense Resultados Digitais (RD) anunciou nesta quinta-feira, 15, que recebeu um aporte de R$ 200 milhões. Liderado pelo fundo Riverwood, ex-investidor da 99, o investimento vai auxiliar a empresa a se expandir internacionalmente - hoje presente na América Latina e na Península Ibérica, a companhia quer consolidar sua presença nesses países e também crescer em mercados emergentes como Índia e Indonésia. "Buscamos lugares que têm maturidade digital parecida com o Brasil e onde temos chance de expandir rápido", diz Eric Santos, presidente executivo da RD, em entrevista exclusiva ao Estado.

Especializada em marketing digital, a RD é dona de uma solução que ajuda pequenos e médios empresários a atraírem clientes e organizarem suas vendas. Hoje, a empresa tem cerca de 13 mil assinantes, que pagam subscrições mensais a partir de R$ 370 - segundo a startup, seu crescimento no primeiro semestre foi de 60%, na comparação com o mesmo período de 2018. Além disso, há ainda uma versão gratuita da ferramenta, com recursos limitados.

Os recursos do aporte, que conta também com a participação dos fundos TPG, Redpoint e Astella, serão utilizados ainda para fazer contratações. Nos próximos 12 meses, a empresa pretende abrir 250 vagas. Hoje, tem cerca de 700 funcionários - 600 deles estão em Florianópolis, onde a empresa está prestes a abrir uma nova ala em sua sede. Ao todo, são três espaços na cidade, todos na SC-401, estrada que liga o centro a praias como Jurerê Internacional e que tem se tornado um "polo" local de startups. Segundo Santos, 20% das vagas serão destinadas ao exterior. "Precisamos ter proximidade psicológica com os nossos clientes. Cada país tem sua peculiaridade, como boleto bancário, e precisamos entender essa dor."

Na visão de Rafael Ribeiro, diretor executivo da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), o investimento em equipes locais pode suavizar um dos desafios da empresa. "A burocracia de cada país é uma grande barreira de entrada para startups, de forma que ter uma equipe local ajudará bastante", diz. "No entanto, há dúvidas se a empresa será capaz de manter sua cultura interna com um crescimento tão acelerado". Já Arthur Garrutti, executivo da área de startups da Ace, afirma que, com o aporte, a RD se credencia para disputar no mercado global. "O desafio será justamente estender a excelência de serviço que eles têm no Brasil a outros territórios", afirma.

Referência

Fundada em 2010, a Resultados Digitais é hoje uma das startups de referência para o ecossistema da região. Para especialistas, é apontada como candidata a ser o primeiro unicórnio da cidade, embora isso não passe pelos planos de Eric Santos. "Não é algo que me tira da cama para ir trabalhar, não é um discurso que gera valor", diz o executivo, que também não tem planos a curto prazo para fazer uma abertura de capital. "É algo que está no nosso radar e pode ajudar a criar uma história de longo prazo, mas sem pressão por agora."

Por enquanto, a empresa está mais interessada em investir no aperfeiçoamento de sua própria ferramenta: segundo o executivo, os recursos do aporte liderado pela Riverwood também serão utilizados para intensificar o uso de inteligência artificial e aprendizado de máquina em suas ferramentas. "Com isso, poderemos aproveitar dados que já temos sobre os clientes para automatizar ainda mais seus processos", diz Santos. Além disso, a empresa quer adaptar sua plataforma, chamada de RD Station, para que outras startups também possam agregar serviços ali, como uma espécie de "loja de aplicativos" para as pequenas empresas.

Outro foco da catarinense será investir em eventos para educar o seu público - caso do RD On The Road, que a empresa realiza em diversas capitais, e do RD Summit, convenção que reúne mais de 8 mil pessoas por ano em Florianópolis, no segundo semestre. Segundo o executivo, é uma parte importantíssima desse negócio. "As pequenas e médias empresas por vezes não tem como investir tanto do ponto de vista tecnológico, mas ao saber o que podem fazer com um serviço como o nosso, podem mudar sua estratégia", diz Santos.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade