2 eventos ao vivo

Rappi lança 'dark stores' prometendo entregas em até 10 minutos

As lojas serão focadas em delivery de produtos de supermercados; o plano da empresa é chegar a 100 'dark stores' até o final de 2021

6 abr 2021
19h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Depois de apostar nas chamadas "dark kitchens", cozinhas que funcionam apenas para delivery, a Rappi está levando o modelo também para lojas. A startup colombiana anunciou nesta terça-feira, 6, que está iniciando a operação de 26 "dark stores" no Brasil, nas cidades de São Paulo, Campinas, Curitiba, Recife e Fortaleza. As lojas serão focadas em entregas de diferentes produtos de supermercado, desde queijo até produtos de limpeza — a promessa da empresa é realizar o delivery em até 10 minutos.

As lojas terão produtos de varejistas parceiros da Rappi. Para pedir a entrega, é preciso acessar o botão "Turbo" no aplicativo da startup.

A empresa aposta no modelo para dar conta da rapidez na entrega. "Esses locais são organizados de acordo com o nível de saída dos produtos", explica Ana Bogus, diretora global de Supermercados, Farmácias e Bebidas do Rappi, em comunicado. "Com uma tecnologia nossa desenvolvida em casa, é possível montar o pedido em menos de dois minutos dentro da dark store enquanto o entregador parceiro já está no caminho para retirada."

A Rappi tem hoje 100 dark kitchens espalhadas pelo Brasil. Agora, com o modelo de lojas, o plano é chegar a 60 dark stores ainda no primeiro semestre e 100 até o final de 2021 — além do Brasil, o México receberá esse tipo de estabelecimento. Segundo a startup, a taxa de entrega no modo "Turbo" terá o mesmo valor do frete convencional.

A aposta nas dark stores também é uma forma de a empresa ampliar sua atuação na área de supermercados. A Rappi afirma que teve um crescimento de 79% na vertical de supermercados, bebidas e farmácias em 2020 no Brasil.

Veja também:

LG abandona mercado de smartphones
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade