0

“Popularidade” da Bolsa faz app conquistar novos usuários

Com destaque na opinião pública e com número recorde de investidores, a bolsa de valores brasileira foi aliada da plataforma de investimento

18 mar 2020
10h55
  • separator
  • 0
  • comentários

O sobe e desce do índice Ibovespa e o preço do dólar são assuntos que tem permeado a opinião pública nas últimas semanas. Para Nelson Massud, Rodrigo Freitas e Leonardo Magalhães, os três empreendedores por trás do aplicativo de finanças TradeMap, esse holofote em cima do mercado financeiro no Brasil, mesmo em época de cinco circuit breakers - a parada forçada da bolsa de valores quando há queda maior de 10% no índice geral -, é visto como algo positivo.

Por mais que as últimas semanas estejam abalando o mercado financeiro - seja por conta da pandemia do novo coronavírus, o covid-19, ou da crise do petróleo entre Arábia Saudita e Rússia-, o aplicativo dos três empreendedores, que oferece informações sobre as bolsas de valores brasileira e americana em tempo real, teve resultados positivos. Desde a quarta-feira de cinzas (26/02), o número de novos usuários diários cresceu 165%.

O aplicativo TradeMap tem, entre outras funções, mostrar o tempo real de ativos financeiros para o usuário
O aplicativo TradeMap tem, entre outras funções, mostrar o tempo real de ativos financeiros para o usuário
Foto: Divulgação

Os dados apurados recentemente surpreenderam o CEO da TradeMap Nelson Massud. “Nunca alcançamos esses números”, diz. “Nossa plataforma tem se mostrado capaz de suportar muitos acessos simultâneos de clientes.” Apesar do crescimento inesperado desde a última semana de fevereiro deste ano, o aplicativo consegue aumentar aproximadamente 90.000 usuários por mês. Hoje, são mais de 1 milhão de downloads e 1,3 milhão de pessoas cadastradas.

O crescimento da Bolsa

Por ser um aplicativo focado em fornecer informações em tempo real, o fato de o desempenho do índice Ibovespa - seja positivo ou negativo - ser debatido pela opinião pública em veículos de imprensa e canais de finanças no YouTube incita a curiosidade do brasileiro pelo funcionamento da Bolsa.

Segundo dados da B3, nunca se teve um número tão grande de brasileiros inseridos na Bolsa de valores. Em uma série histórica, que mede o ingresso de pessoas físicas no mercado de ações desde 2002, a segunda maior taxa de crescimento ocorreu de 2018 para 2019, quando o número saltou de 813 mil investidores para 1,68 milhão, uma alta de 106,7%. A média de crescimento, entre 2002 e 2018, foi de 17,7%.

Operadores de mercado financeiro trabalham durante sessão da B3. 9/3/2020. REUTERS/Amanda Perobelli
Operadores de mercado financeiro trabalham durante sessão da B3. 9/3/2020. REUTERS/Amanda Perobelli
Foto: Reuters

Para o cofundador da TradeMap Rodrigo Freitas, a retomada de interesse pelo mercado financeiro, aliada ao movimento de educação financeira feito por influenciadores digitais e fintechs, deve contribuir para uma participação mais assídua dos brasileiros na Bolsa. “Foi-se o tempo em que a bolsa era apenas para os grandes investidores”, afirma. “A democratização do mercado financeiro passa pelo desafio de tornar as informações mais acessíveis e transparentes.”

Como funciona o app

Para baixar a plataforma no celular, basta acessar a loja de aplicativo do seu sistema operacional - Google Play Store, para Android, e Apple Store, para iOS -, procurar por “TradeMap” na barra de pesquisa, clicar no aplicativo e iniciar o download.

Depois de fazer o seu cadastro, a plataforma tem ferramentas que possibilitam uma série de novas. Entre as funções do TradeMap, o usuário pode criar listas de seus ativos na Bolsa, dar ordens de compra ou venda de ações, simular investimentos de renda fixa e fundos e acompanhar notícias do mercado financeiro.

Veja também:

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade