0

Plataforma online conecta cariocas a produtores de orgânicos

Dupla de publicitários cria o primeiro clube de alimentos orgânicos do Rio de Janeiro

7 dez 2015
10h02
  • separator
  • 0
  • comentários

A preocupação com a saúde e com o meio ambiente impulsionou a procura por alimentos orgânicos nos últimos anos. Apesar disso, frutas, vegetais e hortaliças cultivados sem agrotóxicos são difíceis de serem encontrados e, pior, costumam ter o preço alto, sobretudo em grandes centros urbanos. Foi buscando baratear os custos e aproximar consumidores e pequenos produtores de alimentos desse gênero que os publicitários Victor Piranda e Eduardo Boorhem inauguraram, neste ano, o Clube Orgânico.

A plataforma aproxima produtores locais de orgânicos e consumidores
A plataforma aproxima produtores locais de orgânicos e consumidores
Foto: iStock

Foi a primeira iniciativa desse tipo na capital fluminense. Trata-se de uma plataforma online que oferece, semanalmente, produtos orgânicos sortidos mediante uma assinatura mensal.

Antes de tudo, é preciso pagar uma taxa de inscrição no valor de 100 reais para associar-se ao clube. Depois, basta escolher algum produtor nas imediações do Rio de Janeiro e um plano que ofereça a quantidade desejada de alimentos. É possível buscar os produtos em algum ponto de retirada na cidade, ou recebê-los em casa, com um acréscimo de preço.

Ainda que, por uma questão de sazonalidade das colheitas, os consumidores não possam escolher quais alimentos específicos vão receber semanalmente, é possível indicar quais são suas frutas, legumes e temperos preferidos.

De acordo com os criadores da plataforma, os alimentos chegam dos produtores às mesas dos associados em menos de 24 horas.

Pela importância do projeto do Clube Orgânico, os publicitários cariocas já receberam reconhecimento. Entre os 1,7 mil inscritos no Programa Shell Iniciativa Jovem, eles obtiveram a segunda colocação.

 

Fonte: Cross Content
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade