0

Pioneira da 'carne vegetal', Impossible Foods levanta aporte de US$ 500 mi

Empresa utiliza biotecnologia para criar soja com alta taxa de hemoglobina e, assim, fingir que 'carne vegetal' sangra de verdade; recursos serão usados para expansão global

16 mar 2020
12h33
atualizado às 15h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A startup americana Impossible Foods anunciou nesta segunda-feira, 16, que levantou uma rodada de US$ 500 milhões em aportes. Pioneira da "carne vegetal" nos EUA, a empresa foi fundada por Patrick Brown, doutor em biotecnologia pela Universidade Stanford, e usa um método diferente para fazer seus produtos parecerem carne: no lugar de misturar soja, beterraba e outros vegetais, a companhia injetou geneticamente hemoglobina na soja, de maneira que seus hambúrgueres e outros produtos possam sangrar e ter gosto semelhante ao da carne.

Com a nova rodada, que foi liderada pelo fundo de investimentos Mirae Asset Global Investments, a empresa chegou ao total de US$ 1,3 bilhão já captados em investimentos. Além do fundo, uma série de celebridades também participou da rodada, incluindo cantores como Jay-Z, will.i.am e Katy Perry, o ator Kal Penn e a campeã de tênis Serena Williams.

Os recursos serão utilizados pela startup para esforços em pesquisa, crescer sua produção industrial e presença no varejo, além de expandir para mercados globais. Além do hambúrguer que imita carne bovina, a Impossible também possui produtos como carne de porco vegetal e salsicha vegetal.

Hoje, a empresa é a fornecedora principal dos hambúrgueres de carne vegetal utilizados nos mais de 7 mil restaurantes do Burger King nos Estados Unidos, além de uma cadeia de outras lojas. Outra empresa bastante ativa no setor é a Beyond Meat, que tem parcerias com redes como Carl Jr's. Aqui no Brasil, a parceria do Burger King é com a Marfrig, enquanto startups como Fazenda Futuro e Behind Foods também disputam espaço no mercado.

Com a notícia do aporte, a Impossible Foods se afasta de algo que parecia ser uma meta em seu futuro próximo: abrir seu capital na bolsa de valores - algo que a rival Beyond Meat fez em 2019, com grande sucesso. "Com o aporte, a Impossible tem como se manter de pé em um ambiente volátil e complicado, ainda mais com a pandemia do coronavírus", disse o diretor financeiro David Lee, em comunicado.

Veja também:

Assistentes de voz impulsionam mercado de Smart Homes
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade