PUBLICIDADE

Petlove recebe aporte de R$ 750 mi para turbinar expansão

Investimento foi liderado pela Riverwood Capital com participação de Softbank e Monashees

30 ago 2021 19h18
| atualizado às 20h22
ver comentários
Publicidade

A Petlove anunciou nesta segunda-feira, 30, o recebimento de um aporte no valor de R$ 750 milhões, liderado pela Riverwood Capital, com participações de grandes fundos investidores como Softbank Latin America e Monashees. A empresa recebeu, nesta rodada, o maior valor já investido desde a fundação.

Agora nomeada como PetLove&Co, a empresa espera que o investimento ajude a continuar a expansão no segmento pet durante os próximos meses, além de melhorar o sistema de assinaturas, um dos produtos mais populares da companhia.

"Vemos esse movimento como mais um passo na nossa trajetória de democratizar e simplificar o cuidado com o pet, oferecendo a melhor experiência e empoderando veterinários e empreendedores do segmento", afirma Talita Lacerda, presidente da Petlove&Co.

Desde 2020 já foram captados cerca de R$ 1 bilhão pela empresa. No fim do ano passado, a PetLove realizou uma fusão com a DogHero, de hospedagem para cachorros, visando se consolidar no mercado de segmento pet — a concorrência tem aumentado nos últimos meses e viu movimento semelhante quando a Petz anunciou a compra da Zee.Dog. A empresa também adquiriu a Vetus, plataforma de gestão de veterinárias, a desenvolvedora de apps VetSmart e a Porto.Pet, uma empresa de planos de saúde para cães e gatos.

Além da expansão anunciada no ecossistema, a Petlove também quer melhorar seu serviço de entregas, que hoje pode fazer delivery de produtos em até quatro horas após a compra. Para isso, a empresa vai investir na ampliação da malha logística para complementar o serviço "Petlove já" em outras cidades do País — hoje, a entrega rápida está presente apenas em algumas cidades, como São Paulo e Belo Horizonte.

Estadão
Publicidade
Publicidade