PUBLICIDADE

Nubank começa a testar seus primeiros produtos para investimentos

Por meio de um questionário respondido no app, a fintech vai definir o perfil do investidor e guiar o usuário quanto ao valor a ser aplicado, monitoramento e pedido de resgate da aplicação

20 abr 2021
0comentários
Publicidade

O Nubank anunciou nesta terça-feira, 20, que vai começar os testes de seus primeiros produtos voltados a investimentos. Neste primeiro momento, o Nubank disponibilizará três opções de fundos multimercado — por meio de um questionário respondido no app, a fintech vai definir o perfil do investidor e guiar o usuário quanto ao valor a ser aplicado, monitoramento e pedido de resgate da aplicação.

Segundo o Nubank, a novidade começa a ser disponibilizada nos próximos dias apenas para alguns grupos de clientes. O lançamento para a base total de usuários está previsto para os próximos meses, e deve incluir novas funcionalidades.

A empresa vai permitir investimentos a partir de R$ 1. Os fundos multimercado inicialmente disponíveis possuem calibração de risco a partir de composição diversificada em renda fixa (juros pré-fixados, juros real/inflação e juros pós-fixados), ações no Brasil e no exterior, além de investimentos que tenham como índice a cotação do ouro e do dólar.

Essa parte de investimentos será totalmente unificada com a conta do Nubank pelo aplicativo: as aplicações poderão ser feitas diretamente a partir do saldo disponível. A fintech afirma que a curadoria das opções de investimento será feita por um time dedicado à gestão de ativos.

"É bastante comum no mercado a oferta de uma enormidade de produtos, mas ao mesmo tempo de difícil compreensão, o que dificulta a tomada de decisão e confunde o cliente interessado em entrar ou dar um passo adiante na jornada de investimentos", afirma Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, em comunicado. "E é exatamente na eliminação dessa complexidade que queremos atuar com os produtos de investimento na nossa plataforma, com uma experiência fluida e preservando o protagonismo do cliente".

Em setembro do ano passado, o Nubank anunciou a aquisição da corretora Easynvest, de olho no setor de investimentos. A aquisição ainda está em processo de aprovação pelo Banco Central, e as empresas permanecem operando de maneira independente. "Tão logo seja comunicada a aprovação pelo regulador, serão dados os próximos passos para iniciar a integração dos serviços", disse o Nubank em comunicado. A proposta da corretora digital é direcionada a investidores mais experientes, com menor necessidade de auxílio na tomada de decisão.

Estadão
Publicidade
Publicidade