Fundação de Bill Gates premia startup brasileira de impacto social

Entidade de filantropia do fundador da Microsoft selecionou as dez soluções mais inovadoras do mundo na área de doações digitais

10 mar 2021
0comentários
Publicidade

Uma startup brasileira de impacto social foi citada pela Fundação Bill & Melinda Gates como uma das dez soluções mais inovadoras do mundo na área de filantropia digital. Trata-se da Ribon, de Brasília, que é dona de um app que faz ponte entre usuários, empresas e projetos sociais.

Fundada em 2016 por três estudantes da Universidade de Brasília (UnB), a startup vai receber um prêmio de US$ 10 mil e também acesso a designers da OpenIDEO, uma comunidade global especializada no uso de design voltado a serviços de impacto social.

"Atuar como startup que trabalha com filantropia justo em um país que ainda engatinha na cultura da doação individual para causas é um desafio. Mas ter esse reconhecimento, que nos indica como um exemplo de futuro para a filantropia global, é um sinal que estamos no rumo certo", disse Rafael Rodeiro, presidente executivo da Ribon, em comunicado.

O aplicativo da Ribon foi desenhado para o usuário não pagar pela doação. Ao entrar no app, qualquer pessoa pode coletar moedas virtuais navegando pela plataforma e doar para os projetos sociais cadastrados na Ribon. Quem paga as doações são empresas e fundações, que patrocinam o aplicativo e veiculam conteúdos na plataforma. Entre os parceiros da startup estão empresas como Cielo, Klabin e Centauro.

Segundo a Ribon, o app já intermediou a doação de cerca de R$ 681 mil. A startup de Brasília já recebeu um investimento de R$ 1,1 milhão da gestora de capital de risco Redpoint eventures.

As outras empresas premiadas pela Fundação Bill & Melinda Gates foram: a inglesa HasanaH; as canadenses Give e Give Magic; e as americanas Duet, Coin Up, Giving Multiplier, Golden Volunteer, Civic Champs e Pinkaloo. Ao todo, 363 projetos se candidataram para a premiação.

Estadão
Publicidade
Publicidade