3 eventos ao vivo

Fintech Nomad recebe aporte de R$ 30 milhões

Com os recursos, a startup pretende ampliar carteira de produtos; a Nomad foi fundada em 2019 pelo criador do iFood, Patrick Sigrist

29 dez 2020
05h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A fintech Nomad, que permite que brasileiros abram conta corrente em bancos dos Estados Unidos, levantou um aporte de R$ 30 milhões, em uma rodada liderada pela Monashees. Com os novos recursos, a empresa pretende ampliar e sofisticar sua carteira de produtos.

A Nomad foi fundada em 2019 por Patrick Sigrist, criador do iFood e investidor da fintech Neon. A ideia da empresa é diminuir burocracias na transferência de reais para dólares por meio de uma conta digital.

"Estamos consolidando novas funcionalidades como o cartão de débito físico para compras e saques em caixas eletrônicos nos EUA. Desta forma, teremos modalidades de pagamentos entre contas americanas, tanto para recebimento como pagamentos", afirmou Sigrist em comunicado. "E em breve vamos lançar carteiras de investimentos".

A fintech também pretende conectar brasileiros com outros países além dos EUA - a meta é atingir 100 mil clientes em 2021. Outro destino para o cheque serão contratações focadas em desenvolvimento de tecnologia.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade