0

Imperfeições na tela dobrável do Razr são normais, diz Motorola

Em vídeo divulgado neste domingo, 26, para a pré-venda do Motorola Razr, a empresa deu uma série de dicas e informações sobre o novo aparelho

27 jan 2020
14h40
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Motorola finalmente deu início à pré-venda do seu modelo dobrável, o Motorola Razr, anunciado no ano passado pela empresa, custando US$ 1,5 mil. Os pedidos estão abertos desde este domingo, 26, mas estão disponíveis apenas para clientes da operadora de celular Verizon, nos Estados Unidos. Entretanto, uma outra coisa roubou a cena na pré-venda: um vídeo divulgado pela Motorola, em que a empresa afirma que imperfeições como protuberâncias na tela do Razr são normais.

O vídeo traz uma série - curiosa para celulares - de cuidados que um dono do Motorola Razr deve ter. "A tela foi feita para dobrar, 'calombos' e protuberâncias são normais", diz uma parte do aviso.

Dentre as recomendações, a Motorola também adverte que o usuário do Razr não aplique nenhuma película protetora de tela e que evite objetos pontiagudos perto do celular. Além disso, a empresa orienta que o aparelho deve ser dobrado antes de ser guardado no bolso ou na bolsa.

Apesar da pré-venda, o lançamento do Motorola Razr está atrasado em relação aos primeiros planos da empresa. Apresentado em novembro de 2019, o celular tinha pré-venda estipulada para dezembro, adiada por conta de uma "alta demanda" identificada pela fabricante. Em relação ao lançamento no Brasil, a empresa afirmou em novembro que o aparelho chegaria ao País neste mês. Por enquanto, nada chegou: em resposta ao Estado, a Motorola afirmou ainda não haver previsão de lançamento do Razr no Brasil.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade