0

IBM e Maersk dizem que 94 organizações aderiram a plataforma comercial de blockchain

9 ago 2018
14h19
atualizado às 17h19
  • separator
  • comentários

O grupo de transporte marítimo Maersk disse nesta quinta-feira que 94 empresas e organizações se juntaram a uma plataforma de blockchain desenvolvida com a IBM visando aumentar a eficiência e limitar a enorme quantidade de documentos impressos no mundo do transporte de contêineres.

Navio da Maersk no porto de Antwerp, Bélgica
26/07/2018  REUTERS/Francois Lenoir
Navio da Maersk no porto de Antwerp, Bélgica 26/07/2018 REUTERS/Francois Lenoir
Foto: Reuters

A indústria tem visto pouca inovação desde que o contêiner foi inventado na década de 1950, e o comércio transfronteiriço ainda deixa uma enorme trilha de papelada e burocracia.

Sob a nova estratégia, que inclui a criação de uma plataforma de negociação baseada em blockchain em todo o setor, a Maersk pretende expandir os negócios de transporte e logística em áreas como agenciamento de carga e financiamento comercial.

Operadores portuários em Cingapura, Hong Kong e Roterdã, autoridades alfandegárias na Holanda, Arábia Saudita, Cingapura, Austrália e Peru, e a Pacific International Lines (PIL) estão entre os que aderiram à plataforma, disseram Maersk e IBM, em uma declaração conjunta.

A plataforma ainda está em fase piloto e "se espera que esteja totalmente disponível comercialmente até o final deste ano", informaram as empresas.

A tecnologia blockchain, mais conhecida por dar suporte a moeda digital Bitcoin, permite o compartilhamento de dados em uma rede de computadores individuais.

A plataforma denominada TradeLens tem como objetivo ajudar a gerenciar e rastrear documentações digitalizando o processo da cadeia de fornecimento de ponta a ponta.

Mais de 4 trilhões de dólares em produtos são embarcados a cada ano, e mais de 80 por cento dos produtos que os consumidores usam diariamente são transportados pela indústria de transporte marítimo, disse a Maersk no início deste ano.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade