0

HP deve cortar até 16 mil empregos após resultados fracos

22 mai 2014
19h32
atualizado em 23/5/2014 às 09h28
  • separator
  • 0
  • comentários

A Hewlett-Packard (HP) planeja cortar até 16 mil empregos em mais uma iniciativa da presidente-executiva Meg Whitman de retomar a fabricante de computadores pessoais e aliviar as pressões sobre suas margens.

<p>A empresa teve vendas de US$ 27,3 bilhões no segundo trimestre fiscal encerrado em 30 de abril</p>
A empresa teve vendas de US$ 27,3 bilhões no segundo trimestre fiscal encerrado em 30 de abril
Foto: Thierry Roge / Reuters

Nesta quinta-feira, a empresa publicou queda de 1% nas receitas trimestrais, enquanto enfrenta dificuldades para manter as margens num declinante mercado de computadores pessoais. Essa foi a décima primeira queda consecutiva das vendas.

A HP possui mais de 250 mil funcionários globalmente e planejava cortar 34 mil empregos como parte de sua revisão corporativa. Na última quinta-feira, os números foram revisados e estimou de 11 mil a 16 mil cortes adicionais, espalhados em diferentes países e áreas de negócios.

Whitman disse que a HP continua a encontrar áreas para dinamizar no portfolio da empresa, que envolve computação, redes, armazenamento e software. Mas os cargos de pesquisa, que são vitais para a inovação e crescimento de longo prazo, continuarão a crescer. A HP pretende cortar mais em "áreas não centrais para a agenda de inovação e de trato com o cliente", disse Whitman em entrevista, mais do que em áreas de pesquisa.

A companhia do Vale do Silício vem tentando reduzir a dependência dos PCs e se mover para equipamentos computacionais e de rede para empresas, como parte dos esforços de Whitman de reduzir a queda nas receitas e fazer a maior fabricante de computadores pessoais a voltar a crescer.

A HP teve vendas de US$ 27,3 bilhões no segundo trimestre fiscal encerrado em 30 de abril, levemente abaixo dos US$ 27,4 bilhões previstos por Wall Street.

 

Saiba quem são os bilionários da tecnologia Saiba quem são os bilionários da tecnologia

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade