PUBLICIDADE

Aplicativo de mensagens WeChat começa a exibir anúncios

Propagandas são exibidas em páginas oficiais de empresas; serviço está em testes na China

9 jul 2014 12h55
ver comentários
Publicidade
Foto: Reprodução

O aplicativo de mensagens instantâneas WeChat, da empresa chinesa Tencent, lançou um novo serviço de publicidade na China. Agora, empresas que têm contas na plataforma podem pagar taxas para divulgar anúncios nas páginas oficiais de outras companhias com mais de 100 mil seguidores. Segundo reporta o Wall Street Journal, as taxas serão divididas entre a Tencent e as empresas que hospedarem a publicidade em suas páginas.

Os anúncios não são divulgados como mensagens instantâneas, mas aparecem na parte inferior das páginas corporativas. Os anunciantes podem especificar seu público-alvo baseados em sexo, idade, localização e áreas de interesse pessoal. Com essas informações, o sistema da Tencent decide quais páginas corporativas vão hospedar as propagandas.

Para esse modelo ser bem-sucedido, mais consumidores teriam que seguir contas de empresas e visualizar suas páginas dentro do WeChat. Atualmente, o aplicativo tem cerca de 400 milhões de usuários ativos por mês, a maioria na China.

Segundo o analista Thomas Husson, da Forrester Research, as oportunidades de marketing em aplicativos de mensagens são limitidas. “A maioria das pessoas não quer que marcas interfiram em um território tão íntimo. Elas priorizam interações com a família e amigos e não vêem benefício na conexão com as marcas”, disse.

Os aplicativos de mensagens instantâneas ainda estão tentando descobrir a melhor maneira de ganhar dinheiro de uma forma que eles não percam usuários. O Line e o Kakao, ambos sul-coreanos, coletam taxas mensais de empresas que têm uma conta oficial e apostam nos adesivos virtuais que os usuários podem enviar um ao outro. Esses dois apps, além do WeChat, têm também jogos integrados em seus serviços. Os jogos são de graça, mas as pessoas pagam por itens virtuais e funções adicionais.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade