PUBLICIDADE

Google vai deixar usuários do G Suite migrarem recursos para contas grátis

G Suite gratuito vai ser encerrado; após queixas, Google promete oferecer opção para usuário migrar dados para uma conta gratuita

28 jan 2022 12h53
ver comentários
Publicidade

O Google ouviu as queixas, pelo menos em parte. Depois de anunciar que as contas do G Suite gratuito (ou legado) terão que ser transferidas para planos pagos do Google Workspace ou descontinuadas, a companhia decidiu permitir que os usuários afetados migrem para contas gratuitas. Mas isso só valerá para determinados recursos.

Google Workspace
Google Workspace
Foto: Emerson Alecrim/Tecnoblog / Tecnoblog

Hoje, o Google Workspace é uma plataforma desenvolvida para organizações. Mas, em 2006, quando o serviço foi criado — ainda sob o nome Google Apps —, muita gente aproveitou que o Google oferecia uma pacote gratuito para criar contas no Gmail com domínio personalizado.

Em 2012, o Google Apps deixou de admitir contas gratuitas. Felizmente, quem havia criado contas antes dessa mudança podia mantê-las, mesmo depois de, em 2016, a plataforma ter sido rebatizada para G Suite.

Eis que, neste começo de 2022, o Google decidiu descontinuar o G Suite gratuito. Os usuários devem migrar para o Google Workspace, que só oferece contas pagas — no Brasil, o plano mais barato custa R$ 24,30 mensais para cada conta — ou transferir as suas contas para serviços de email de outras empresas.

Aparentemente, o que o Google não sabia é que um grande número de clientes do G Suite legado usa emails com domínio personalizado para fins pessoais, não para negócios. Pelo menos é o que sugere um formulário de pesquisa que a empresa disponibilizou para usuários que têm dez ou menos contas no G Suite.

Para muitos desses usuários, o fim do serviço gratuito traz outra preocupação: como ficará o acesso a assinaturas na Google Play Store ou a filmes comprados no YouTube, por exemplo?

Google vai oferecer opção para migrar conteúdo

O Ars Technica descobriu que a área de ajuda do Google Workspace em inglês foi atualizada recentemente para dar o seguinte recado:

Nos próximos meses, iremos oferecer uma opção para você mover seu conteúdo pago que não é do Google Workspace e a maioria de seus dados para uma opção gratuita. Essa nova opção não incluirá recursos premium, como email personalizado ou gerenciamento de múltiplas contas. Você poderá avaliar essa opção antes de 1º de julho de 2022 e antes da suspensão da conta.

Ainda não está claro como essa opção gratuita funcionará. O Google vai dar mais detalhes nos próximos meses. O aviso indica, porém, que o usuário poderá transferir assinaturas e compras para uma conta gratuita no Gmail, assim como dados de agenda, lista de contatos, arquivos no Google Drive e afins.

Já é alguma coisa. Um escritório de advocacia nos Estados Unidos até cogitou abrir um processo judicial coletivo contra o Google por conta do risco de dados serem perdidos por causa da mudança.

Por outro lado, o usuário não poderá manter emails com domínio próprio se não aderir a um plano do Google Workspace.

Para quem optar por um plano pago, o Google promete um desconto de 50% válido para os 12 primeiros meses de assinatura. As contas que não forem migradas antes de 1º de julho serão suspensas.

Google vai deixar usuários do G Suite migrarem recursos para contas grátis

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade