PUBLICIDADE

Google Meet avisa que vai remover gravação de vídeo em planos mais baratos

Education Fundamentals e Education Standard perderão acesso a recurso de gravação de reuniões do Google Meet em janeiro de 2022

26 nov 2021 20h15
| atualizado em 2/12/2021 às 15h42
ver comentários
Publicidade

As ferramentas de ensino remoto vem sendo muito importantes durante a pandemia, e muitas empresas disponibilizaram gratuitamente alguns recursos para ajudar instituições e estudantes. Porém, à medida que o ensino presencial vai voltando, algumas ferramentas passarão a ser cobradas. É o caso da gravação, das breakout rooms e das enquetes do Google Meet.

Google Meet
Google Meet
Foto: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog / Tecnoblog

Os três recursos estavam disponíveis sem custo adicional para usuários dos planos Education Fundamentals e Education Standard desde agosto de 2020. A partir de 9 de janeiro de 2022, eles estarão indisponíveis para estes pacotes. O Fundamentals é o plano gratuito do Google Workspace for Education.

Originalmente, eles eram oferecidos como parte dos pacotes Teaching and Learning Update e Education Plus. A principal diferença dessas opções é o número máximo de participantes por reunião: enquanto os planos básicos permitem até 100 participantes por reunião, esse número sobe para 250 e 500, respectivamente. Outros extras são o monitoramento de presença e o cancelamento de ruído.

Para além dos planos educacionais, a gravação de vídeo está disponível nos pacotes Business Standard e Plus, Enterprise e Essentials. Os preços começam em R$ 54 por mês.

A mudança vem sendo anunciada desde o começo do mês. Usuários de planos educacionais do Google Meet foram avisados via e-mail. A página de ajuda da ferramenta também foi atualizada e ganhou um trecho sobre a mudança.

?ref_src=twsrc%5Etfw">November 26, 2021

Meet cresceu na pandemia, mas Google vem limitando

Com a pandemia de COVID-19 e a necessidade de trabalhar e estudar de modo remoto, o Google liberou o Meet gratuitamente para todos os usuários. A ferramenta chegou a registrar uma média de 3 milhões de novos usuários por dia em abril de 2020.

De lá para cá, o Meet ganhou muitos recursos: vídeos como plano de fundo, clareamento de imagem, cancelamento de ruído, legendas ao vivo e link rápido para início de chamadas, entre outros.

Por outro lado, o Google vem colocando alguns limites para os usuários gratuitos.

Em julho, o aplicativo passou a limitar as reuniões entre três ou mais pessoas a 1 hora de duração. Esta mudança estava prevista para setembro de 2020, mas foi adiada duas vezes, já que a pandemia vem se estendendo muito mais que o previsto.

Com informações: Google.

Google Meet avisa que vai remover gravação de vídeo em planos mais baratos

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade