1 evento ao vivo

Google Maps se integra melhor à Uber e mostra números de edifícios

A nova integração entre Google Maps e Uber torna a estimativa de custo da viagem muito mais precisa, com apenas um valor

2 dez 2020
13h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Google liberou algumas funções para o Google Maps em vários locais, com uma delas já presente no Brasil. As novidades ficam em maior precisão na hora de pedir um carro por aplicativo na Uber, marcação do número dos prédios diretamente no mapa e a indicação visual de onde ficam as faixas de pedestre.

App exibe valores mais precisos da Uber (Imagem: reprodução/Google Maps)
App exibe valores mais precisos da Uber (Imagem: reprodução/Google Maps)
Foto: Tecnoblog

A primeira das novidades é a maior integração entre Google Maps e o app da Uber. O recurso não vem ativado por padrão, mas pode ser acionado de duas maneiras: a primeira aparece em forma de pop-up quando o usuário entra na aba de transporte por aplicativo, enquanto a segunda está dentro do menu de configurações e na opção "Transporte por aplicativo".

Google Maps fica (ainda mais) integrado com a Uber

A partir deste momento, a previsão de custo deixa de mostrar dois valores (que equivalem ao mínimo e máximo esperados) e exibem apenas um custo. Em testes feitos por aqui, notei que a previsão do Google Maps estava muito fiel ao valor proposto para o mesmo trajeto, visível dentro do aplicativo da Uber.

Taxa da Uber fica evidente em maior integração (Imagem: reprodução/Google Maps)
Taxa da Uber fica evidente em maior integração (Imagem: reprodução/Google Maps)
Foto: Tecnoblog

Outras duas adições ao Maps ainda não apareceram nos meus testes em cidades brasileiras e podem ser úteis quando o usuário quer conhecer a cidade em detalhes. A primeira delas é a numeração dos prédios, enquanto a outra é a exibição da faixa de pedestres no local onde elas realmente estão - ou deveriam estar.

O número de cada prédio e casa foi mais simples de encontrar dentro do app, eu encontrei quando passeava virtualmente por Las Vegas, São Francisco, Chicago, Dallas e Nova York, todas nos Estados Unidos. Já a marcação das faixas de pedestres foi mais rara e só consegui visualizar nas cidades de Nova York e São Francisco.

Número dos prédios e faixas de pedestres agora ficam visíveis (Imagem: reprodução/Google Maps)
Número dos prédios e faixas de pedestres agora ficam visíveis (Imagem: reprodução/Google Maps)
Foto: Tecnoblog

A maior precisão na hora de estimar o preço de uma corrida com a Uber só é exibida no aplicativo do Google Maps para dispositivos móveis, enquanto que a faixa de pedestres e a numeração dos prédios e casas também podem ser acessadas a partir da versão web do serviço do gigante das buscas.

Com informações: Android Police.

Google Maps se integra melhor à Uber e mostra números de edifícios

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Tecnoblog
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade