PUBLICIDADE

Google desiste de teste e faz Chrome exibir endereço completo de sites

Depois de testes, Google concluiu que ocultar parte do endereço de páginas no Chrome não traz ganho de segurança esperado

11 jun 2021 15h47
ver comentários
Publicidade

O Google passou os últimos anos cogitando ocultar a URL completa de uma página na barra de endereços do Chrome. A ideia foi bastante criticada, mas a empresa insistia nela por considerar que a mudança contribuiria para o aspecto da segurança. Bom, não é mais assim: no atual Chrome 91, a companhia deixou esse plano de lado.

Google Chrome
Google Chrome
Foto: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog / Tecnoblog

Oficialmente, a proposta de ocultar uma parte da URL começou a ganhar forma em 2018. Com qual objetivo? O Google dizia que, com isso, o usuário teria mais facilidade para identificar sites confiáveis, pois a ocultação faria apenas o nome de domínio do site (como tecnoblog.net) ser mostrado.

Naquele ano, a companhia explicou que a mudança poderia mitigar ataques homográficos (que usam endereços falsos que lembram a URL de um site legítimo) e ainda evitaria que o usuário tivesse que lidar com endereços "cada vez mais longos e ininteligíveis", por exemplo.

Apesar das explicações, a ideia encontrou forte resistência. Diante disso, o Google decidiu adiar os testes do recurso por algum tempo. O plano só foi retomado em 2020 com as versões experimentais do Chrome 85.

Google reconhece que ocultar URL é má ideia

Além de ocultar parte do endereço, o Google também testou a ideia de ocultar totalmente a URL e exibir apenas o termo de busca que levou à página. A companhia acabou se convencendo de que essas abordagens não funcionam, no entanto.

Na página do bug tracker do Chromium, Emily Stark, do time de desenvolvimento do Google, justificou a decisão de não levar a mudança adiante: "este experimento não atingiu métricas de segurança relevantes, então não vamos lançá-lo".

Como já informado, o atual Chrome 91 já não permite que a ocultação de URL seja testada. O navegador oculta trechos como "https://www" e "https://m", mas o restante da URL permanece visível.

Com informações: Android Police.

Google desiste de teste e faz Chrome exibir endereço completo de sites

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade