0

Google confirma que não propôs compra do WhatsApp

Segundo entrevista do vice-presidente da empresa ao Telegraph, nunca houve uma oferta do Google para comprar o app

26 fev 2014
17h55
  • separator
  • 0
  • comentários

O Google afirmou que não fez uma oferta ao WhatsApp, de acordo com o Telegraph. O vice-presidente sênior da empresa, Sundar Pichai, confirmou à publicação de que esse boato é falso. Logo depois do anúncio da compra do WhatsApp pelo Facebook, a revista americana Fortune publicou que o Google teria oferecido US$ 10 bilhões pelo app.

Um tapete com o logotipo do Google visto na entrada da nova sede da empresa na França, antes de sua inauguração oficial em Paris. O Google vai entrar com um recurso contra uma multa de 150 mil euros (205.300 dólares) aplicada pelo regulador de proteção de dados da França pela forma através da qual informações dos usuários são monitoradas e armazenadas, disse a empresa norte-americana de buscas nesta quarta-feira. 06/12/2011
Um tapete com o logotipo do Google visto na entrada da nova sede da empresa na França, antes de sua inauguração oficial em Paris. O Google vai entrar com um recurso contra uma multa de 150 mil euros (205.300 dólares) aplicada pelo regulador de proteção de dados da França pela forma através da qual informações dos usuários são monitoradas e armazenadas, disse a empresa norte-americana de buscas nesta quarta-feira. 06/12/2011
Foto: Jacques Brinon / Reuters

Durante o Mobile World Congress, o executivo disse ao Telegraph que o WhatsApp já conversou com o Google no passado sobre trabalharem juntos, mas que nunca houve uma proposta de compra.

No evento em Barcelona, Marck Zuckerberg comentou sobre a aquisição, dizendo que o aplicativo vale mais do que os US$ 19 bilhões que ele pagou. O WhatsApp tem atualmente 450 milhões de usuários no mundo e oferece o envio de mensagens de texto, fotos, áudio e vídeo pela internet, e no próximo semestre, deve oferecer ligações pela web também.

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade