1 evento ao vivo

Gastos do Facebook com CEO em 2017 subiram 54%, para US$8,9 milhões

13 abr 2018
20h54
  • separator
  • comentários

O pagamento compensatório ao presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, subiu 53,5 por cento em 2017 sobre o ano anterior, a 8,9 milhões de dólares, principalmente por causa de custos maiores com a segurança pessoal do bilionário de 33 anos.

Cerca de 83 por cento do pagamento representaram despesas relacionadas à segurança, enquanto a maior parte do restante ficou vinculado a gastos de Zuckerberg com uso de avião privado.

Zuckerberg gastou a maior parte do ano passado viajando depois que prometeu visitar todos os Estados dos Estados Unidos para onde ele ainda não tinha ido.

As despesas com a segurança do fundador da rede social subiram para 7,3 milhões de dólares em 2017, ante 4,9 milhões um ano antes.

O Facebook pagou para comprar, instalar e manter medidas de segurança para as casas de Zuckerberg, que incluem propriedades em San Francisco e Palo Alto, segundo documentos enviados pela empresa ao órgão regulador do mercado norte-americano.

O salário base de Zuckerberg continuou sendo de 1 dólar, enquanto seu poder total de voto no Facebook subiu marginalmente para 59,9 por cento.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade