0

Gamer "Ninja" ganha US$1 mi para promover videogame "Apex Legends", da EA

13 mar 2019
15h17
  • separator
  • comentários

O que algumas horas jogando videogames e um punhado de tuítes valem? Um milhão de dólares se você for Tyler Blevins, conhecido por milhões como "Ninja", o jogador de computador mais acompanhado do mundo.

Blevins foi um dos poucos profissionais com uma enorme base de seguidores selecionados pela gigante de videogames Electronic Arts para jogar e promover "Apex Legends", nas primeiras horas do lançamento do título no mês passado, criando uma movimentação que gerou 10 milhões de inscrições nos primeiros três dias.

O jogador de 27 anos escreveu sobre o jogo gratuito em 5 de fevereiro e transmitiu o jogo para seus mais de 13 milhões de seguidores pela plataforma de streaming Twitch. Por isso, ele recebeu cerca de 1 milhão de dólares, disse uma fonte à Reuters.

O montante ressalta a luta cada vez mais acirrada pelo domínio do gênero battle royale gratuito que, depois do grande sucesso mundial de "Fortnite", da Epic Games, levou grandes desenvolvedoras como Electronic Arts a mudar a forma como fazem negócios.

Representantes da EA e de Ninja se recusaram a comentar a remuneração dele, mas a quantia citada pela fonte é mais do que o dobro do citado em notícias divulgadas pela imprensa sobre os ganhos mensais de Ninja em Fortnite e muito acima do que foi especulado em várias fóruns de discussão na internet.

A EA também pagou o popular streamer "Shroud", que tem quase seis milhões de seguidores no Twitch, para jogar Apex Legends, mas não revelou os termos do acordo com ele.

"Eles fizeram um trabalho amplo em recrutar todos os influenciadores relevantes neste gênero", disse Kevin Knocke, vice-presidente de infraestrutura de esportes da ReKTGlobal.

O preço da ação e o valor de mercado da EA subiu 16 por cento, ou 4 bilhões de dólares, nos três dias depois que Apex Legends foi lançado. Um mês depois, o jogo tinha 50 milhões de usuários, um quarto dos 200 milhões de Fortnite.

"Nós realmente quisemos criar um dia em que você não poderia escapar de Apex se você gosta de jogos e nós queríamos que isso fosse sentido como um evento que estivesse acontecendo ao redor do mundo naquele dia", disse Drew McCoy, produtor do estúdio da EA que criou Apex Legends.

"Tivemos streamers ao redor da Europa, América Latina, América do Norte, Coreia, Japão, para que pudéssemos passar nossa mensagem e as pessoas vissem o jogo", disse ele.

Jogos van Dreunen, cofundador da empresa de pesquisa do mercado de videogames SuperData, estimou que em 2018 Fortnite teve receita de 2,4 bilhões de dólares, mais do que qualquer outro videogame.

Se cada usuário registrado até agora comprar o pacote de moedas mais básico de Apex, a EA vai faturar 500 milhões de dólares.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade