3 eventos ao vivo

Funcionários da Amazon escutam as conversas da Alexa, diz agência

Segundo a reportagem da agência de notícias Bloomberg, uma equipe da Amazon escuta trechos de conversas de usuários para melhorar a tecnologia da assistente

11 abr 2019
16h20
  • separator
  • comentários

Centenas de funcionários da Amazon ao redor do mundo escutam trechos de conversas de usuários com a assistente de voz Alexa, revelou a agência de notícias Bloomberg nesta quinta-feira, 4. A equipe humana é responsável por analisar as conversas para melhorar a tecnologia da assistente - às custas da privacidade das pessoas.

Segundo a reportagem, os funcionários transcreviam as gravações e compartilhavam o texto com outros setores da empresa. Alguns funcionários chegam a ouvir mais de mil áudios por dia, diz a Bloomberg. Tudo isso para melhorar a capacidade da Alexa de entender a fala humana.

O time da Amazon que analisa os dados da Alexa tem funcionários em diversos países, incluindo Boston, Índia e Romênia. A Amazon nunca divulgou informações sobre como funciona essa atividade de revisão da Alexa.

Em resposta à reportagem, um porta-voz da Amazon disse que os funcionários não têm acesso direto a informações que poderiam identificar quem é o usuário da conversa. A Bloomberg informou, entretanto, que algumas gravações eram associadas a dados como o primeiro nome do usuário e o número da sua conta da Amazon.

"Toda a informação é tratada com alta confidencialidade, usamos autenticação de múltiplos fatores para restringir o acesso, serviço de criptografia e auditoria do nosso sistema de controle para proteção", disse a Amazon à Bloomberg.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade