4 eventos ao vivo

Foxconn quer retomar metade da produção na China até o final do mês

12 fev 2020
10h49
  • separator
  • 0
  • comentários

A Foxconn espera retomar metade de sua produção na China até o final do mês, disse uma fonte à Reuters nesta quarta-feira, conforme a fornecedora da gigante de tecnologia Apple reabre suas fábricas fechadas devido ao surto do coronavírus.

30/03/2018
REUTERS/Tyrone Siu
30/03/2018 REUTERS/Tyrone Siu
Foto: Reuters

A companhia também pretende retomar 80% da produção na China em março, acrescentou a fonte, que tem conhecimento direto do assunto, citando metas internas estabelecidas pelo presidente do conselho, Liu Young-Way.

A reabertura das fábricas da Foxconn após o feriado do Ano Novo Lunar foi atrasada pela rápida disseminação do vírus na China, que já matou mais de 1.100 pessoas.

"O presidente Liu espera que até o final de fevereiro a produção atinja 50%", disse a pessoa, que não quis ser identificada na ausência de autorização para falar em público.

"Os envios serão afetados, mas é muito cedo para divulgar um número exato. Ainda podemos ter a chance de fazer horas extras, mas também precisamos monitorar o sentimento do consumidor em relação aos produtos finais", acrescentou a fonte.

A Foxconn não respondeu imediatamente a solicitações de comentários.

Na segunda-feira, a Foxconn reportou uma queda de 12% na receita de janeiro em relação a um ano atrás, para 12 bilhões de dólares. Mas não divulgou mais detalhes.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade