PUBLICIDADE

Fone Bluetooth Edifier TWS200: design de AirPods e som para a massa

O que aconteceu? Edifier coloca no mercado o fone Bluetooth TWS200, com som vivo, design de AirPods e muitos problemas

7 out 2021 20h02
| atualizado às 20h03
ver comentários
Publicidade
Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

A Edifier segue apostando em fones true wireless de entrada para concorrer com Xiaomi, BlitzWolf, Baseus e outras marcas chinesas que estão em destaque nessa área. Só neste ano a empresa anunciou uma série no Brasil para todo o tipo de gosto. O Edifier TWS200 é um deles e, como você pode ver nas imagens, o modelo visa atender quem procura algo parecido com os populares fones da Apple, mas por um preço bem mais amigável.

Custando R$ 399, o TWS200 tem Bluetooth 5.0, proteção contra jatos d'água, bateria para até seis horas de som ou 18 horas com o case, e decodificação aptX. Mas como deve ser o desempenho sonoro? Eu testei o Edifier TWS200 e conto todos os detalhes no review de hoje.

Análise do Edifier TWS200 em vídeo

Análise do Fone Bluetooth Edifier TWS200:
 

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises não têm intenção publicitária, por isso ressaltam os pontos positivos e negativos de cada produto. Nenhuma empresa pagou, revisou ou teve acesso antecipado a este conteúdo.

O Edifier TWS200 foi fornecido pela Edifier por empréstimo e será devolvido à empresa após os testes. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica.

Design, conforto e case

Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

"Design único, clean e elegante". É assim que a Edifier define o visual do TWS200. Eu, sinceramente, acredito que ela esteja elogiando o fone da Apple em sua comunicação, pois o produto é uma cópia descarada dos AirPods. A única diferença é que eles resolveram gravar o nome Edifier no cabo, o que automaticamente já elimina a impressão de este ser os AirPods originais e passa a ideia de o produto ser falsificado. O tiro saiu pela culatra.

Mas, além disso, o cabo é ligeiramente comprido quando comparado ao modelo da Apple. E, para ser sincero outra vez, isso me incomodou: eu tive a sensação de os fones ficarem volumosos demais na orelha, chamando a atenção na rua, mas isso é algo pessoal. Para quem pratica exercícios ao ar livre, os dispositivos aguentam respingos e até jatos d'água graças à certificação IPX4.

Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog
Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Em termos de conforto, a experiência é a mesma dos AirPods e não tem como negar isso, dado que o formato é o mesmo. Durante o período em que fiquei com eles, eu não senti desconfortos. Os vestíveis têm um encaixe suave, não pesam na orelha e não há sinais de que vão cair facilmente durante uma caminhada ou corrida, e felizmente a pressão é zero.

Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

O case também é muito parecido com o dos fones da Maçã. Ao menos ele é compacto e pode ser transportado facilmente. Na frente há a identificação da marca, atrás há um botão de emparelhamento e na parte inferior está a porta de alimentação que é microUSB, para nos mostrar que não há nada tão ruim que não possa piorar.

Recursos e conectividade

Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

No próprio cabo, o usuário consegue controlar faixas, atender e desligar chamadas telefônicas, bem como ativar assistentes virtuais. Mas o essencial a Edifier não entrega: não é possível avançar e retroceder as músicas pelos fones, o que me obriga a pegar o celular toda vez que eu quiser pular uma faixa, por exemplo. Também não é possível configurar os toques, pois, como o TWS200 é um dispositivo de entrada, a empresa não disponibiliza um aplicativo, mas isso não necessariamente é um ponto negativo.

Em conectividade nós temos aqui o Bluetooth 5.0 que se saiu muito bem e não perdeu a conexão mesmo quando andei pelo apartamento com o celular distante. No teste de latência, o atraso em vídeos praticamente não existe e o TWS200 se mostra um bom fone durante o consumo de filmes, séries e jogos. E assim como o Redmi AirDots 3 e o Edifier X5, o TWS200 trabalha de forma independente, ou seja, se você guardar um fone no estojo, o outro segue tocando.

Qualidade de som

Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

O som do Edifier TWS200 não é de impressionar, mas é bom para a categoria e eu acredito que ele deve agradar a maioria das pessoas. Ele tem uma assinatura mais aberta quando comparado ao Redmi AirDots 3, isso significa que, na prática, o true wireless da Xiaomi vai entregar uma sonoridade mais encorpada com graves ativos o tempo todo. Os médios do TWS200 são brilhantes e nem sempre soam equilibrados, e os agudos tendem a ficar vivos e mais balanceados.

O modelo tenta dar ênfase para vocal e instrumentos. Você consegue sentir ambos muito bem, mas nem sempre isso é positivo. Com esse perfil sonoro, algumas faixas podem soar emboladas e os agudos, principalmente das cantoras, repercutem com estridência. Você vai poder notar isso ao reproduzir um pop animado, por exemplo.

Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Em outro cenário, com um rock em reprodução, o fone da Edifier logo mostra outras limitações. Basta colocar uma faixa do Creed para sentir uma embolação forte entre os médios e graves. No fim, tudo sai muito congestionado e é quase impossível escutar com o volume elevado. É uma limitação que me incomoda, mas não deve gerar dores de cabeça para você que não é tão exigente e só quer um fone básico para o cotidiano.

Microfone e bateria

No microfone nós temos o seguinte cenário: mesmo dando destaque para a tecnologia cVc de redução de ruído, o Edifier TWS200 não consegue eliminar os barulhos à sua volta. Além disso, embora tenha as perninhas para abrigar os componentes, eu achei o áudio muito baixo. Para ligações rápidas e áudios em mensageiros, eles devem dar conta do recado.

Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Na autonomia, a empresa fala em seis horas de reprodução com os fones e 18 horas quando combinados ao estojo. Em geral, são bons números, mas eu ficaria ainda mais satisfeito se a Edifier conseguisse elevar a duração para sete ou oito horas. Na prática, o desempenho não agrada. Conectado a um iPhone 12 com o volume em 50%, o Edifier TWS200 tocou por apenas 5h21min, muito abaixo do combinado.

Edifier TWS200: vale a pena?

Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Eu venho elogiando a Edifier há um tempo por produzir fones de entrada decentes, mas, desta vez, a empresa me deixou decepcionado. Ela vinha seguindo por um caminho vigoroso: há modelos com design único, som de muita qualidade e com conectividade excelente para a categoria. O Edifier TWS200, no entanto, é o oposto e, na minha opinião, ele chegou ao mercado com muitos problemas que contribuem para a sensação de produto de segunda linha.

Edifier TWS200
Edifier TWS200
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Em primeiro lugar, a Edifier não é a única a copiar os AirPods, afinal marcas como Huawei, Realme, Xiaomi, QCY, Pamu e outras também têm modelos que remetem ao dispositivo da Apple. Mas, considerando que a Edifier é uma empresa respeitada na área do som, eu realmente esperava por algo mais original em toda a sua linha. Eu não sei exatamente se a cópia é uma estratégia para impulsionar venda, já que os AirPods são tão populares, mas essa prática entre as marcas, definitivamente, precisa cessar.

Além do mais, não permitir avançar e retroceder faixas é um problema grave. O Edifier TWS200 não entra na minha lista de melhores fones de entrada, mas isso não significa que ele não valha a pena. Embora eu prefira a assinatura do Edifier X3 e do Redmi AirDots 3, o som do TWS200 é bom para a categoria e vai agradar muitas pessoas pela vivacidade. Ele ainda tem um design confortável e um preço acessível. Mas, mesmo com esses destaques, o TWS200 ainda é um fone problemático.

Fone Bluetooth Edifier TWS200: design de AirPods e som para a massa

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade