PUBLICIDADE

Firefox 93 testa sugestões patrocinadas e esconde como desativá-las

Firefox 93 sugere links patrocinados na barra de endereços e compartilha dados com parceiros; browser induz usuário a aceitar e esconde como recusar

11 out 2021 13h47
ver comentários
Publicidade

O Firefox 93 começou a testar um recurso que deve gerar polêmica: agora, enquanto o usuário digita o que deseja na barra de tarefas, o navegador sugere links patrocinados com base no contexto. A página do recurso induz o usuário a aceitar esses links. É possível desativar essas sugestões, só que essa configuração não é tão fácil de achar.

Firefox 93
Firefox 93
Foto: Reprodução/Tecnoblog / Tecnoblog

O Firefox Suggest chega com a promessa de ajudar a encontrar itens do histórico, abas já abertas e páginas dos favoritos. Ele também tem links patrocinados. Segundo a Mozilla, é para ajudar a financiar o desenvolvimento e a manutenção do software.

Esses links patrocinados são baseados no contexto do usuário. A fundação explica que compartilha dados com parceiros comerciais quando o usuário vê ou clica em uma sugestão.

A organização ressalta que a localização do usuário é baseada no endereço IP e convertida para uma região mais abrangente e que não há informações que permitam a identificação pessoal.

Tela para aceitar o Firefox Suggest esconde opção para recusar
Tela para aceitar o Firefox Suggest esconde opção para recusar
Foto: Reprodução/The Register / Tecnoblog

Os links patrocinados estão em teste nos EUA, com um pequeno número de usuários. O Firefox pergunta se eles querem ativar as sugestões em uma página pop-up, mas tem uma pegadinha: o botão em destaque é o de permitir, e um botão cinza para configurar fica ao lado dele. E para recusar? Tem um "Not now" escondido lá no canto superior direito, bem longe dos dois.

Isso pode ser considerado uma dark pattern. Este é o nome dado ao uso de padrões, principalmente em interfaces, para induzir o usuário a aceitar alguma coisa com que ele não concordaria de outro jeito.

Configurações do Firefox Suggest
Configurações do Firefox Suggest
Foto: Reprodução/Mozilla / Tecnoblog

Por outro lado, o Firefox Suggest só é ativado com a permissão explícita do usuário, em um esquema opt-in, seja nessa janela ou diretamente nas opções do navegador. Mesmo assim, ao aceitar o recurso de sugestões, os links patrocinados também são marcados. Para desligá-los, é preciso ir até as configurações e desmarcar a caixinha.

Firefox 93 tem novos recursos de segurança

Os links patrocinados e o compartilhamento de informações com parceiros comerciais pode assustar alguns usuários mais fiéis ao Firefox. O navegador da Mozilla e a fundação como um todo sempre destacam sua luta por uma web que respeite a privacidade.

A nova versão do navegador, aliás, traz mais novidades nesse sentido. Agora, ele bloqueia automaticamente downloads de conexões não-criptografadas por padrão -- tem como liberar os arquivos, mas o usuário se depara novamente com um botão cinza sem destaque, que mais desencoraja do que convence.

Firefox 93 desencoraja downloads de sites sem criptografia
Firefox 93 desencoraja downloads de sites sem criptografia
Foto: Reprodução/Mozilla / Tecnoblog

Além disso, o Firefox 93 traz o SmartBlock 3.0, com melhorias na proteção com rastreadores, e um novo recurso para Windows que descarrega abas quando a memória do sistema está muito baixa.

Mozilla também testa trocar Google pelo Bing

O Firefox Suggest é uma das iniciativas da Mozilla para diminuir a dependência dos usuários do Google. Segundo Selena Deckelmann, vice-presidente sênior do navegador, a companhia quer ajudar a curadoria e reunião de informações para facilitar a vida dos usuários.

Em um outro teste revelado em setembro, a fundação mudou o buscador padrão do Firefox para 1% dos usuários. Eles passaram a vir com o Bing configurado no lugar do Google.

Mozilla e Google têm um acordo estimado em US$ 400 milhões por ano para a gigante das buscas permanecer como motor de pesquisa padrão do navegador. Essa opção é alvo de algumas críticas, assim como compartilhar com os provedores de busca o que o usuário digita para dar sugestões.

No entanto, a maior parte da receita da Mozilla vem justamente desse tipo de acordo, o que sugere que ela não deve abrir mão dessa fonte de recursos tão cedo. O contrato com o Google vence em 2023 e deve ser renovado.

Com informações: The Verge, How-To Geek, The Register

Firefox 93 testa sugestões patrocinadas e esconde como desativá-las

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade