PUBLICIDADE

Facebook lucrou R$ 158 milhões com anúncios direcionados para contas falsas

Empresa lucrou com a exibição de propaganda para contas falsas no Facebook

27 jun 2022 - 18h50
(atualizado em 28/6/2022 às 10h58)
Ver comentários
Publicidade

A Meta, holding do Facebook, lucrou US$ 30,3 milhões (R$ 158 milhões) com a exibição de publicidade para contas falsas na rede social, segundo a revista Wired - o rendimento foi obtido entre julho de 2018 e abril de 2022. Isso significa que os anunciantes perderam dinheiro, já que a publicidade não foi exibida para clientes em potencial.

O montante foi veiculado a contas falsas durante 134 campanhas publicitárias. Do total, US$ 22 milhões foram gastos em apenas 7 campanhas. A maior delas foi feita pelo Epoch Times, site ligado a grupos de extrema-direita americana, que investiu US$ 9,5 milhões.

A maior parte dos anúncios veiculados em contas falsas vieram da Rússia. Os alvos mais frequentes foram perfis dos EUA, Ucrânia e México - a maior parte dos anúncios (56%) foi veiculada em audiências domésticas, ou seja, no mesmo país em que foram criadas.

Margarita Franklin, chefe de comunicações de segurança da Meta, confirmou à revista que a companhia não devolve o dinheiro dos anúncios ao pagador quando os perfis falsos são removidos por comportamento inautêntico coordenado (CIB, na sigla em inglês).

Parte desse montante, segundo Franklin, veio de anúncios exibidos em perfis que não quebraram as regras do Facebook, mas foram publicados por organizações de marketing ou relações públicas acusadas de CIB, depois removidas da plataforma.

A revelação referente ao Facebook ocorre em um momento no qual o Twitter também é questionado sobre a parcela de contas falsas na plataforma. Após a rede social revelar que 5% da sua base é composta por contas falsas, Elon Musk suspendeu o acordo de compra da empresa. O bilionário quer mais informações sobre como perfis falsos são rentabilizados com a exibição de anúncios - a preocupação dele é de que a base de perfis falsos seja maior, o que reduz o valor da companhia.

Estadão
Publicidade
Publicidade