PUBLICIDADE

EUA alertam mercado de criptomoedas sobre resgates de ransomware

Governo dos EUA emite alerta ao mercado de criptomoedas, dizendo que é responsabilidade da comunidade cripto não facilitar resgates de ransomware

15 out 2021 17h55
ver comentários
Publicidade

O Tesouro dos Estados Unidos emitiu um alerta nesta sexta-feira (15) para todo o mercado de criptomoedas diante do aumento de crimes de ransomware que usam dessa tecnologia para receber pagamentos. Segundo as autoridades americanas, a comunidade cripto é responsável por não auxiliar "direta ou indiretamente" negócios criminosos.

Criptomoedas são principal meio de pagamento usado em ataques ransomware
Criptomoedas são principal meio de pagamento usado em ataques ransomware
Foto: Tumisu/Pixabay / Tecnoblog

De acordo com estimativas do Tesouro dos EUA, pagamentos suspeitos de estarem relacionados a crimes de ransomware totalizaram cerca de US$ 590 milhões nos primeiros seis meses de 2021. Trata-se de um aumento significativo em comparação com os US$ 416 milhões registrados durante todo o ano de 2020.

Os números pioram. A autoridade monetária também revelou que a média mensal de transações relacionadas ao ransomware neste ano foi de US$ 102,3 milhões, com base no que foi relatado até então. Os nomes REvil/Sodinokibi, Conti, DarkSide, Avaddon e Phobos são os que mais aparecem nos crimes denunciados.

A administração do presidente Joe Biden vem pautando o tema de segurança cibernética em quase todos os departamentos do governo americano. As medidas surgiram como resposta à série de ataques que ocorreram ao longo de 2021, ameaçando desestabilizar o abastecimento de energia, combustível e alimentos no país.

Criptomoedas não podem facilitar ransomware

Dito isso, o governo dos EUA está mirando nos principais meios de pagamentos usados por esses criminosos: as criptomoedas. Assim, as autoridades americanas emitiram um aviso à comunidade cripto no país, dizendo que é de responsabilidade das exchanges, plataformas, corretoras, desenvolvedores e do restante do mercado garantir que não estão facilitando ou auxiliando "direta ou indiretamente" atividades que são alvos de sanções.

"O Tesouro está ajudando a impedir os ataques de ransomware, tornando difícil para os criminosos lucrarem com seus crimes, mas precisamos de parceiros no setor privado para ajudar a prevenir essa atividade ilícita".

Wally Adeyemo, secretário adjunto do Tesouro dos EUA, em um comunicado.

As autoridades orientaram casas de câmbio virtuais a usar ferramentas de geolocalização para bloquear acessos vindos de países alvos de sanções pelo governo dos Estados Unidos. O novo aviso é a mais nova investida americana contra o uso de criptomoedas em ataques de ransomware.

No mês passado, a administração de Joe Biden anunciou sanções contra exchanges de criptomoedas que estariam supostamente envolvidas nesse tipo de crimes, permitindo pagamentos ilegais com moedas digitais.

Com informações: Reuters

EUA alertam mercado de criptomoedas sobre resgates de ransomware

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade