PUBLICIDADE

Entidade quer ampliar o Marco Civil do Brasil para o mundo

Senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) garantiu que não pretende impedir a votação do projeto

4 abr 2014 08h25
| atualizado às 11h31
ver comentários
Publicidade
<p>O deputado Alessandro Molon (PT-RJ) afirmou que as conversas com os senadores para votação na casa estão adiantadas </p>
O deputado Alessandro Molon (PT-RJ) afirmou que as conversas com os senadores para votação na casa estão adiantadas
Foto: José Cruz / Agência Brasil

O Comitê Gestor Gestor da Internet (CGI.br) apresentou na última quinta-feira um documento para criar o Marco Civil da Internet no mundo. De acordo com o jornal Estado de S. Paulo, a proposta será apresentada durante o evento NETmundial, que acontece em na cidade de São Paulo entre os dias 23 e 24 de abril. Segundo Demi Getschko, conselheiro do CGI.br, o texto é baseado no decálogo da instituição que serviu de base para o Marco Civil da Internet no Brasil.

Getschko participou ontem de um evento sobre os impactos econômicos da internet ao lado do relator do projeto, deputado federal Alessandro Molon (PT-RJ). O deputado fluminense afirmou que as conversas com os senadores para votação na casa estão adiantadas e que o líder do PSDB no Senado, senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), garantiu que não pretende impedir a votação do projeto - já aprovado na Câmara dos Deputados no dia 25 de março.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade