7 eventos ao vivo

Empresa de criador do sistema Android fecha rodada de investimento de U$S300 mi

9 ago 2017
19h55
  • separator
  • comentários

A Essential Products, startup de celulares fundada pelo co-criador do sistema operacional Android Andy Rubin, levantou mais de 300 milhões de dólares em financiamentos adicionais e assinou acordo com varejistas para vender seu primeiro dispositivo.

O celular de 699 dólares com estrutura de titânio e cerâmica competirá diretamente com os novos equipamentos da Samsung e da Apple nesta temporada. Varejistas incluem a Best Buy, a Amazon.com e as operadoras Sprint nos Estados Unidos e Telus no Canadá, declarou a Essential.

A companhia fundada por Rubin no fim de 2015 disse que a Access Technology Ventures liderou a rodada, a qual levou o financiamento total para 330 milhões de dólares.

Os investidores estratégicos também incluíram a Amazon.com, que participou por meio de seu fundo Alexa, a Tencent Holdings e a Foxconn <2354.TW>. A Redpoint Ventures e a Playground Global, que já tinham feito investimentos anteriores, também participaram.

O celular Essencial só estará disponível nas lojas Sprint dos Estados Unidos, em comparação com a vasta rede de distribuição dos líderes do mercado. Em setembro, espera-se que a Samsung revele seu Galaxy Note 8, e que a Apple anuncie o aguardado celular que marcará o 10º aniversário do iPhone.

Alguns recursos do aparelho da Essencial, como uma câmera 360 graus, também estão disponíveis nos modelos da Samsung.

"Será extraordinariamente desafiador", disse Bob O'Donnell, da Technalysis Research. "As especificações iniciais do celular parecem boas, mas não necessariamente únicas. Não há marca".

Mas os descontos das operadoras podem incentivar os compradores, disse R."Ray" Wang, da Constellation Research, acrescentando que a Sprint poderia cobrar 300 dólares por um contrato de dois anos ou 200 dólares por um contrato de três anos. A Sprint não respondeu aos pedidos por comentários.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade