0

EUA: popularidade de e-readers aumenta frente aos tablets

27 jun 2011
23h52
atualizado em 28/6/2011 às 10h16

Um estudo do instituto Pew Internet Project divulgado nesta segunda-feira com números relativos a maio calcula que 12% da população adulta dos Estados Unidos possui um leitor de livros eletrônicos ou e-reader, o que significa o predomínio desse dispositivo frente aos tablets.

O relatório indicou que 8% dos adultos americanos possuem tablets, enquanto 3% têm os dois aparelhos. Os números são especialmente significativos se comparados com os dados de novembro de 2010, quando 6% dos ouvidos disseram ser donos de um e-reader e 5% informaram que possuíam um tablet.

Entre novembro e maio, a percentagem de proprietários de leitores eletrônicos duplicou nos EUA, enquanto no caso de tablets só cresceu três pontos percentuais.

Os dados confirmam o interesse da população por dispositivos como o Amazon Kindle e o Nook inclusive em pleno auge da venda de tablets após o lançamento do iPad, em abril de 2010, e da recente aparição de vários modelos de outras companhias neste ano.

Os e-readers são aparelhos para a leitura de livros digitais e outros documentos nesse formato e são comercializados por preço até três vezes menor que o de tablets.

Para realizar o estudo, a Pew Internet Project ouviu 2.277 pessoas nos EUA, de idosos a jovens de 18 anos. O relatório tem margem de erro de 2%.

Veja também:

EFE   
publicidade