PUBLICIDADE

Cresce participação de investimentos estrangeiros em startups do Brasil

24 mai 2022 18h48
| atualizado em 25/5/2022 às 09h09
ver comentários
Publicidade

A participação de estrangeiros nos aportes em startups do Brasil cresceu neste ano, na comparação com igual período de 2021, segundo levantamento da plataforma de inovação Distrito.

Segundo o estudo, investidores não residentes participaram de 39% das 238 rodadas de aportes em startups brasileiras de janeiro a abril, ante 33% em igual etapa do ano passado.

Estados Unidos, Alemanha e Japão são os países com mais gestoras investindo em startups do país, afirmou a Distrito, citando que os estrangeiros entram principalmente em operações maiores. Captações acima de 50 milhões de dólares tiveram 90% de participação de gestoras internacionais. Ao menos dois terços do capital investido nos últimos cinco anos veio do exterior.

Só o SoftBank participou de rodadas que somaram 28% dos 9,4 bilhões de dólares captados. No ano passado, o fundo japonês liderou cinco rodadas que criaram unicórnios - MadeiraMadeira, Unico, Mercado Bitcoin, Merama e frete.com.

Os setores mais buscados por fundos estrangeiros são fintechs (26% das rodadas), retailtechs (12%) e healthtechs (10%), afirma o levantamento.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade