0

Consumidores podem comprar menos carros em áreas servidas por aplicativos de transporte, mostra estudo

10 ago 2017
13h03
atualizado às 16h19
  • separator
  • comentários

Em áreas atendidas pela Uber Technologies Inc, a Lyft Inc e outros serviços de transportes urbanos por aplicativos, os consumidores podem comprar menos carros e fazer menos viagens, de acordo com um novo estudo divulgado nesta quinta-feira.

Rodovia da França, país também atendido pela Uber
23/01/2017 REUTERS/Regis Duvignau
Rodovia da França, país também atendido pela Uber 23/01/2017 REUTERS/Regis Duvignau
Foto: Reuters

O estudo, compilado pelo Transportation Research Institute, da Universidade de Michigan, Texas A&M Transportation Institute e a Universidade de Columbia, focou em Austin, no Texas, onde os serviços como Uber e Lyft foram interrompidos devido a uma ordem local.

O estudo descobriu que 41 por cento das 1.200 pessoas entrevistadas disseram que usaram seu próprio carro para preencher o vazio deixado pela Uber e a Lyft e 9 por cento compraram um veículo para este propósito.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade