0

Confira 7 vazamentos de senhas que tumultuaram a internet

7 mai 2015
09h16
atualizado às 11h37
  • separator
  • comentários

Nem mesmo algumas das principais instituições do planeta escaparam de vazamentos de senhas nos últimos anos. A lista é extensa: LinkedIn, Google, Apple e até mesmo a poderosa Nasdaq, bolsa de valores dos Estados Unidos, já sofreram nas mãos de hackers e crackers.

Nem mesmo as grandes corporações escaparam de cibercriminosos nos últimos anos
Nem mesmo as grandes corporações escaparam de cibercriminosos nos últimos anos
Foto: iStock

Em referência ao Dia Mundial da Senha, celebrado nesta quinta-feira, 7 de maio, a Intel Security e o Terra fizeram um levantamento dos principais vazamentos recentes de senhas no mundo. Confira:

1. LinkedIn (2012)

A mais famosa rede social voltada para o mercado de trabalho sofreu o vazamento de cerca de 6,4 milhões de senhas em junho de 2012 – cerca de 5% do total dos usuários do site à época. O estrago só não foi maior porque apenas os códigos de acesso foram revelados – e não os logins de acesso.

2. PlayStation Network (2011)

Após a Sony mover um processo contra um hacker que havia desbloqueado o PlayStation 3, um grupo cracker decidiu fazer vingança: eles não só derrubaram a plataforma de conteúdo digital e partidas multiplayer online, deixando 77 milhões de usuários sem acesso, como também vazaram dados não-criptografados de 24 milhões de usuários, incluindo dados de cartões de crédito e histórico de compras.

3. Nasdaq e comércios americanos (de 2005 a 2012)

O ataque não aconteceu de uma vez, mas ao longo de sete anos. No total, entre 2005 e 2012, mais de 160 milhões de números de cartões de crédito e débito foram vazados dos servidores da bolsa de valores Nasdaq por um grupo cracker composto por cinco russos e um ucraniano. Os principais alvos dos ataques foram bancos e redes de lojas dos Estados Unidos. Logins e senhas de acesso também foram descobertos.

4. iCloud (2014)

Uma falha na nuvem de dados da Apple permitiu que diversas personalidades da música e do cinema americanos tivessem fotos íntimas divulgadas pela internet no segundo semestre de 2014. Jennifer Lawrence, ganhadora do Oscar de melhor atriz de 2013, foi o caso mais emblemático – além de outras personalidades, como Victoria Justice e Kirsten Dunst.

Fotos íntimas de Jennifer Lawrence vazaram após falha de segurança da Apple em 2014
Fotos íntimas de Jennifer Lawrence vazaram após falha de segurança da Apple em 2014
Foto: The Grosby Group

5. Gmail (2014)

Em setembro de 2014, o serviço de e-mail do Google viu mais de 5 milhões de senhas de usuários serem divulgadas em um fórum russo. Em sua defesa, a empresa americana alegou que somente 2% desse total correspondia a combinações atualizadas – a maioria dos códigos vazados eram de três anos atrás.

6. eBay (2014)

O eBay, um dos principais e-commerces do planeta, anunciou também em 2014 que teve as bases cadastrais invadidas em um ataque cibernético. A empresa, porém, alegou que nenhum dado financeiro foi divulgado e solicitou rapidamente que os usuários alterassem suas senhas.

7. Dropbox (2014)

Foram cerca de sete milhões de senhas roubadas no final do ano passado, e hackers divulgavam os códigos pela internet em troca de doações de bitcoins. O Dropbox defendeu-se alegando que não foi hackeado e que as senhas descobertas pelos cibercriminosos haviam sido roubadas de outros serviços.

Foto: Intel Security

 

Fonte: Intel Security Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade