PUBLICIDADE

China está proibindo carros da Tesla em locais estratégicos

Por suspeita de espionagem, China impõe restrições para que carros da Tesla não se aproximem de autoridades do país e instalações militares

20 jun 2022 19h12
ver comentários
Publicidade

A China suspeita que os carros da Tesla podem ser usados para espionagem. Uma nova medida foi tomada para proteger o governo do país: veículos da marca serão proibidos de entrar no distrito de Beidaihe. O local costuma, durante o verão, hospedar reuniões da liderança do Partido Comunista. A restrição deve começar em 1º de julho.

Tesla Model S
Tesla Model S
Foto: divulgação/Tesla / Tecnoblog

As informações são da agência de notícias Reuters. Elas foram obtidas de uma autoridade local de trânsito que preferiu não revelar sua identidade. O motivo seriam "questões nacionais", e um anúncio oficial deve sair em breve.

O distrito de Bedaihe fica a leste de Pequim, em uma região costeira. Lá, líderes do partido discutem movimentações pessoais e ideias políticas a portas fechadas. As reuniões não são anunciadas formalmente.

Veículos foram proibidos durante visita de presidente

Esta não é a primeira vez que os carros da Tesla são alvo de regras mais duras. Os automóveis foram impedidos de entrar na região central de Chengdu no começo de junho, quando o presidente Xi Jinping visitou a cidade.

As restrições não foram anunciadas de modo oficial, mas vídeos publicados nas redes sociais mostram carros da Tesla sendo desviados de certas áreas pela polícia.

Carros da Tesla foram banidos de instalações militares

Automóveis da marca também são proibidos de entrar em complexos militares da China. Existe o temor de que as câmeras dos veículos, destinadas aos sistemas de direção autônoma, possam ser usadas para espionagem.

Além disso, informações pessoais poderiam estar em risco. É o caso da lista de contatos dos motoristas. Ela pode ser sincronizada entre o celular e o veículo.

Elon Musk na fábrica da Tesla em Fremont, Califórnia
Elon Musk na fábrica da Tesla em Fremont, Califórnia
Foto: Maurizio Pesce/Flickr / Tecnoblog

Elon Musk, CEO da empresa, garantiu que os automóveis não são usados para vigilância. A Tesla passou a armazenar localmente todos os dados gerados por carros vendidos no país.

A China é um dos mercados mais importantes para a Tesla, que possui uma fábrica em Shanghai. Nela, foram fabricados cerca de metade dos 936.000 veículos entregues no mundo todo durante 2021.

Com informações: Reuters.

China está proibindo carros da Tesla em locais estratégicos

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade