6 eventos ao vivo

Celulares Android poderão ser usados para proteger usuários de golpes

O Google anunciou que um processo chamado verificação de duas etapas protegerá contas de usuários contra o phishing, tipo de golpe que induz o usuário a compartilhar dados

10 abr 2019
13h50
  • separator
  • comentários

O Google revelou nesta quarta-feira, 10, que qualquer celular Android poderá ser usado para proteger usuários em casos de phishing, tipo de golpe que induz o compartilhamento de dados - por exemplo, quando um e-mail falso pede sua senha bancária dizendo que é um banco. O recurso já está disponível em smartphones que funcionam com o sistema operacional Android na versão 7 ou superior. O anúncio foi feito durante o evento do Google chamado Next, focado em computação em nuvem, que acontece em São Francisco, nos Estados Unidos.

A função é gratuita e pode proteger contas do Google pessoais ou corporativas. O Google vai aumentar a segurança por meio de um processo que se chama verificação em duas etapas, que conecta o computador com o celular. Nesse tipo de verificação o usuário precisa provar sua identidade por "algo que só ele conhece", que é a senha que ele utiliza, além de "algo que só ele tem", neste caso o smartphone Android. Assim, se acontecer de os dados do usuário serem roubados, o recurso pode evitar que invadam a conta, verificando a identidade de quem está tentando acessar.

Até então, só era possível fazer uma verificação de segurança por meio de um código enviado ao celular do usuário - agora, o próprio aparalho físico com Android será uma chave de segurança.

Para usar o recurso, é preciso ativá-lo nas configurações da sua conta do Google. Basta selecionar a opção de verificação em duas etapas e depois selecionar uma chave de segurança, que será o próprio celular.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade