3 eventos ao vivo

NASA | New Horizons quebra recorde e tira foto mais distante a partir da Terra

9 fev 2018
16h07
  • separator
  • comentários

Depois de estudar com afinco o planeta-anão Plutão e suas luas em 2015, a missão New Horizons continua ativa, com a sonda homônima navegando rumo ao Cinturão de Kuiper - região que se estende de Netuno até os confins do Sistema Solar, sendo repleta de pequenos objetos espaciais congelados. E, agora, a sonda acaba de quebrar um novo recorde, registrando as fotografias mais distantes já tiradas a partir da Terra.

Situada a mais de 6 bilhões de quilômetros de distância do nosso planeta, a New Horizons fotografou os objetos HZ84 e HE85, e essas imagens foram registradas no dia 5 de dezembro do ano passado, sendo processadas pelo Long Range Reconnaissance Imager (LORRI).

(Reprodução: NASA)
(Reprodução: NASA)
Foto: Canaltech

No instante da captura, a New Horizons já estava mais longe do que a Voyager 1 quando a missão capturou a famosa foto da Terra chamada Pale Blue Dot ("Pálido Ponto Azul"), que fez parte de uma coleção de 60 fotografias mostrando como é o nosso Sistema Solar. Na época, a Voyager 1 fotografou a Terra a uma distância de aproximadamente 6 bilhões de km, e a New Horizons acaba de ultrapssar essa marca ao fotografar os objetos do Cinturão de Kuiper.

A Terra vista a 6 bilhões de km pela Voyager 1, fotografia chamada "Pale Blue Dot" (Reprodução: NASA)
A Terra vista a 6 bilhões de km pela Voyager 1, fotografia chamada "Pale Blue Dot" (Reprodução: NASA)
Foto: Canaltech

A NASA começou a estudar o Cinturão com a New Horizons em 2017, e a sonda deve observar de pertinho pelo menos duas dúzias de outros objetos dessa região. As imagens são usadas pelos cientistas com a finalidade de determinar suas formas e propriedades superficiais, e a nave também faz medições quase que contínuas do ambiente incluindo plasma, poeira e gás.

Atualmente em estado de hibernação, a New Horizons será acordada mais uma vez no dia 4 de junho, iniciando os preparativos para que a sonda encontre o MU69. A previsão é que a sonda atinja o objeto transnetuniano e comece a transmitir imagens dali em janeiro de 2019.

E se você não acompanhou na época, ou já não se lembra muito bem das maravilhas que a New Horizons descobriu sobre Plutão e suas Luas, confira o resumo que fizemos a respeito na época em que a missão foi finalizada.

Canaltech Canaltech

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade