5 eventos ao vivo

NASA não quer outro Tesla Roadster vagando pelo espaço

1 mar 2018
15h15
  • separator
  • 0
  • comentários

O envio do Tesla Roadster para o espaço não é uma ideia muito bem vista pela NASA. Pelo menos não para a diretora de Segurança Planetária, Lisa Pratt. A astrobiologista, que assumiu o cargo no início de fevereiro, está preocupada com a pesquisa de vida em Marte, defendendo métodos seguros e éticos na exploração, a fim de evitar acidentes que possam exterminar qualquer tipo de vida extraterrestre.

Roadster
Roadster
Foto: Elon Musk/SpaceX / Canaltech

Pratt não demonstrou muito entusiasmo com o projeto de Elon Musk, que lançou o carro junto com seu foguete Falcon Heavy. A preocupação da executiva é que as empresas comerciais estão conseguindo reduzir os custos de missões espaciais, o que pode aumentar o número de lançamentos.

Dessa forma, ela quer garantias de que todas as missões sejam seguras e não poluam o Sistema Solar. Pratt não quer outro Tesla Roadster vagando pelo espaço, nem que o lixo terrestre seja descartado em Marte.

A NASA tem programada uma missão para 2020, que irá coletar amostras de Marte. Pratt quer preservar o ambiente e evitar que qualquer lixo seja depositado no Planeta Vermelho, para não contaminar seu sistema e prejudicar os estudos sobre viabilidade de missões fixas no espaço.

Cargo disputado

O cargo de diretora de Segurança Planetária ficou vago no ano passado e desde então vem causando muitos rumores. A função, a rigor, é direcionada para a segurança da Terra, e muitos acabam fazendo piadas com invasões de extra-terrestres.

Um dos candidatos à vaga, que chegou a escrever para a agência espacial, foi um garoto de 9 anos, que disse ser a pessoa ideal para o cargo. "Sou jovem, por isso posso aprender a pensar como um alien", disse o menino.

Canaltech Canaltech
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade