1 evento ao vivo

Cambridge Analytica anuncia que fechará as portas após escândalo

2 mai 2018
16h32
  • separator
  • 0
  • comentários

A Cambridge Analytica, agência acusada de utilizar indevidamente os dados de 87 milhões de usuários do Facebook para campanhas políticas, anunciou nesta quarta-feira (2) que irá fechar as portas. Em um comunicado oficial publicado em seu site, a companhia afirma ter iniciado os procedimentos legais para declarar falência tanto no Reino Unido (através da SCL Elections Ltd., grupo que controla a companhia) quanto nos Estados Unidos.

Cambridge Analytica
Cambridge Analytica
Foto: Ecanvasser / Canaltech

O texto divulgado afirma que, ao longo dos últimos meses, a Cambridge Analytica tem sido vítima de "acusações infundadas", e, "apesar de seus esforços, ela foi vilipendiada por atividades que não apenas são legais, mas amplamente aceitas como um componente padrão para publicidade online tanto na área política quando na comercial". A falência foi confirmada ao The Wall Street Journal por Nigel Oakes, fundador do Grupo SCL.

Já de acordo com o Gizmodo, o anúncio já era esperado pelos funcionários da agência. Julian Wheatland, atual CEO da SCL, ordenou que todos os colaboradores do escritório dos EUA devolvessem seus cartões de acesso imediatamente poucas horas antes de organizar uma conferência para dar as notícias. Wheatland comentou que o escândalo afetou a reputação da companhia, causando constantes perdas de clientes.

"Apesar da confiança inabalável da Cambridge Analytica de que seus colaboradores agiram de forma ética e dentro da lei, a cobertura da mídia espantou todos os clientes e fornecedores da empresa", explicou a companhia. "Embora esteja em uma condição financeira precária, a Cambridge Analytica pretende cumprir todas as suas obrigações com seus funcionários, incluindo respeitar os avisos prévios, pagar indenizações e seguro-desemprego", concluiu.

Canaltech Canaltech
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade