0

Apple, Google e Facebook devem se reunir para discutir privacidade de dados

25 jun 2018
18h20
atualizado em 26/6/2018 às 15h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Apple, Facebook e Google devem se reunir com outras gigantes da tecnologia na próxima quarta-feira (27) para discutir questões relacionadas à privacidade de dados. Conforme revelou o site Axios, as pautas do encontro devem se basear na preocupação crescente do setor após o escândalo em que dados vazados do Facebook foram utilizados pela Cambridge Analityca - em que 87 milhões de usuários tiveram seus dados indevidamente compartilhados com a empresa de marketing político.

O grupo, intitulado Conselho da Indústria de Tecnologia da Informação (Information Technology Industry Council) também deve focar suas atenções na resposta abrangente dada pela União Europeia ao referido escândalo - na forma da nova regulamentação para controle, armazenamento e processamento de dados pessoais de cidadãos europeus (GDPR, na sigla em inglês).

Em busca de medidas objetivas

Segundo disse ao referido site o diretor executivo do ITI, Dean Garfield, embora questões relacionadas à privacidade online sejam centrais desde o início do conselho, o que se impõe é o desafio de fazer reverberar os valores endossados pelo conselho. "Na minha experiência, eles [os membros do ITI] sempre enxergaram a privacidade como um princípio fundamental, mas a questão premente é como dar significado a isso de uma forma que ressoe", disse Garfield ao referido site.

Foto: Canaltech

Ademais, o executivo faz ressalvas sobre o pioneirismo atribuído à GDPR. "O fato de a Europa ter tomado uma postura mais abrangente não significa que a nossa abordagem seja deficiente", ele diz, acrescentando ainda que se trata apenas de uma primeira medida - que não necessariamente é a melhor. "O que nós devemos ter sempre em mente é como evoluir para que possamos garantir que os consumidores consigam confiar em nossos produtos."

O encontro de quarta-feira tem previsão para ocorrer em San Francisco (California, EUA). O comunicado enviado à Axios não menciona, entretanto, quais empresas devem efetivamente comparecer ao painel.

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Canaltech Canaltech
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade