PUBLICIDADE

Brasileiro gasta R$ 15 mil em todas as criptomoedas listadas na Binance

Em experimento inusitado, YouTuber Mateus Rapini comprou todos os 304 tipos de criptomoeda listadas na exchange Binance

9 jun 2021 20h08
ver comentários
Publicidade

O YouTuber brasileiro Mateus Rapini fez um experimento financeiro um tanto quanto inusitado: ele gastou R$ 15 mil para comprar todas as criptomoedas listadas na maior exchange do mundo, a Binance. O jovem se inspirou no canal britânico The Spliffing Brit e decidiu fazer um vídeo similar, adquirindo US$ 10 em cada ativo digital disponível na corretora. Porém, ele deixou bem claro que seu propósito é o entretenimento de seu público enquanto traz informações relevantes, não efetivamente lucrar alguma coisa.

Youtuber Mateu Rapini compra todas criptomoedas listadas na Binance
Youtuber Mateu Rapini compra todas criptomoedas listadas na Binance
Foto: Reprodução/YouTube / Tecnoblog

YouTuber comprou 304 criptomoedas diferentes

No total, a carteira digital de Rapini na Binance passou a conter 304 criptomoedas diferentes. Entre elas, estão as maiores e mais importantes do mercado, como o bitcoin (BTC), ether (ETH) e Ripple (XRP), mas há também ativos desconhecidos, novos e muito arriscados. Porém, alguns investimentos em moedas digitais em fase inicial já foram responsáveis por criar fortunas a longo prazo.

Porém, Rapini alertou seus seguidores que não é recomendável reproduzir seu experimento e que, na realidade, investir em diversas criptomoedas sem sequer conhecer sua história e propósito é extremamente perigoso. Dito isso, seu principal objetivo é ver o que vai acontecer com sua carteira digital no futuro. Ele comprou US$ 10 de cada moeda digital listada na Binance, totalizando um gasto de US$ 3.040, ou cerca de R$ 15 mil.

"Pessoal, não faça isso em casa, é uma péssima ideia ficar comprando um monte de ativos que você nem sabe porque existe e qual é o propósito (…) Eu só estou fazendo isso para um modelo de vídeo que você tem entretenimento junto com informação."

O canal de Mateus Rapini no YouTube é voltado para dicas de investimento e conteúdo educacional sobre o mercado financeiro. Assim, ao longo do experimento inusitado, o YouTuber também traz informações relevantes com humor e críticas. "Será que eu estou comprando dinheiro do Banco Imobiliário aqui? Se bem que do jeito que os governos estão emitindo dinheiro ultimamente, daria para chamar qualquer moeda de Banco Imobiliário", disse Rapini durante o vídeo.

Há esperança de existir "bilhete premiado" no portfólio

"A maioria dessas moedas que eu comprei vai virar pó em alguns anos, mas será que dentro das sobreviventes vai ter um bilhete premiado?", disse o YouTuber. Seu experimento chama a atenção de muito investidores de criptomoedas, principalmente porque a ideia de adquirir diversos ativos jovens já deve ter passado pela cabeça da maioria.

Afinal, o próprio bitcoin valia menos de US$ 100 há oito anos, enquanto o dogecoin (DOGE), uma criptomoeda baseada em um meme, acumula uma valorização tão absurda somente nos últimos meses que chega a ser difícil de compreender.

"Eu não ficaria surpreso se de fato houver um bilhete premiado aqui. Se tem uma coisa que aprendi vendo o dogecoin é que no mundo das criptomoedas tudo pode acontecer. Mas também não vou ficar surpreso se tudo isso virar pó", concluiu Rapini.

Brasileiro gasta R$ 15 mil em todas as criptomoedas listadas na Binance

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade