0

Brasil participará de comitê internacional que sabatinará o Facebook

Encontro acontece em Londres no próxima terça-feira, 27; o País será representado pelo deputado Alessandro Molon

23 nov 2018
17h02
atualizado em 24/11/2018 às 19h29
  • separator
  • 0
  • comentários

O Brasil participará do comitê global de parlamentares que vai sabatinar o Facebook no Reino Unido na próxima terça-feira, 27. O comitê quer ouvir a empresa a respeito de desinformação e notícias falsas presentes na rede social.

O país será representado pelo deputado Alessandro Molon, do PSB, que confirmou ter sido convidado por Damian Collins, presidente do Comitê de Assuntos Digitais, Cultura, Mídia e Esportes do governo britânico (DCMS, na sigla em inglês).

"A desinformação tornou-se uma grave ameaça para a democracia moderna. A internet, como vimos nas últimas eleições, e não apenas no Brasil, potencializa este risco. As empresas de redes sociais e aplicações de internet precisam assumir seu papel na busca de soluções para este problema", disse Molon.

A ideia inicial dos parlamentares, liderado pelo DCMS, era sabatinar o próprio Mark Zuckerberg, fundador da companhia. Ele, porém, declinou o convite em diversas ocasiões, até confirmar nesta sexta-feira, 23, que quem vai em seu lugar é Richard Allan, vice-presidente de soluções políticas do Facebook em Londres.

Molon já havia assinado o documento da DCMS que confirma a entrada do Brasil no comitê. Junto do Brasil, outros seis países (Argentina, Canadá, Irlanda, Letônia, Singapura e Reino Unido) participaram da sessão. No total, 22 parlamentares estarão presentes. O encontro será às 14:30 (horário de Brasília).

Ainda não está claro quais assuntos Molon deverá abordar, porém, assim como todos os outros parlamentares, ele terá direito a perguntas na sessão.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade